Vice-presidente do BB diz que banco quer ter uma agência em cada município do país

Fonte Agência Brasil. 14/12/2009 às 13h

O Banco do Brasil estuda a forma de criar uma agência bancária em cada um dos municípios do país, segundo afirmou hoje (14) o vice-presidente de Varejo e Distribuição, Alexandre Abreu.

“A nossa meta é encontrar uma forma [de ter uma agência em cada município] e estamos próximos disso, ou seja, abrir efetivamente uma agência do banco, eventualmente um pouco menor, com alguma tecnologia nova. E não é uma meta para muito longe. É que não fechamos ainda internamente a data em que isso vai acontecer”, disse Abreu, à Agência Brasil.

Hoje, às 16h, o banco inaugura a agência de número de 5.000, localizada no Jardim Ingá, bairro do município de Luziânia (GO), com 100 mil habitantes.

Atualmente, a instituição pública está presente em 3.519 municípios do país de um total de 5.565.

Somados os postos de atendimento bancário e eletrônico, o banco conta com 17.859 pontos no país.

Neste ano, segundo o BB, foram abertas 80 agências e está prevista a inauguração de 20 até o fim deste mês. Para 2010, já estão aprovadas 180 novas agências.

Segundo Abreu, é uma estratégia do banco atender ao que chama de mercado emergente, que são os clientes que ganham até R$ 1 mil por mês.

“São pessoas que estão ascendendo na sociedade e estão ávidas por consumo, inclusive de produtos bancários”, destacou Abreu.

Segundo ele, dos 53 milhões de clientes do banco, entre correntistas, aplicadores em poupança e até quem recebe benefícios previdenciários, 24,5 milhões estão nessa faixa de renda.

“O que o banco faz é encontrar o produto adequado, como seguro de vida de custo baixo, conta específica simplificada. Mas isso só não basta. Uma das estratégias é a gente encontrar formas de colocar agências – presença física onde eles estão”, afirmou.

Abreu lembra que a abertura de agências é estimulada pela concorrência entre os bancos. “A concorrência aumenta, mas nos sentimos muito bem. Somos indutores. Isso é bom para o país”, argumenta.

Segundo o vice-presidente, o BB sempre cresceu, ampliando o número de agências e agora atua também na aquisição e incorporação de outros bancos, estratégia que já adotada por instituições privadas.

“O banco está sempre crescendo organicamente, presente nos rincões no país e os bancos privados cresceram através de aquisições. Para o Banco do Brasil é novidade [fazer aquisições ou incorporações]”.

Abreu complementa lembrando que agora os bancos privados estão experimentando a estratégia do Banco do Brasil de ampliar presença em pontos de atendimento. “E nós experimentando a dos bancos privados. São estratégias válidas”.
 

Agência Brasil.
Fonte Agência Brasil. 14/12/2009 ás 13h

Compartilhe

Vice-presidente do BB diz que banco quer ter uma agência em cada município do país