Vêneto investiga cinco suspeitos de terrorismo

Fonte ANSA 27/08/2014 às 20h

Homens podem estar aliciando pessoas para "guerra santa"

27 Agosto, 19:25•VENEZA•ZBF

(ANSA) - A região do Vêneto, na Itália, está investigando cinco homens possivelmente originários dos Bálcãs por ligações com terrorismo e associação a milícias islâmicas. A hipótese que guia as investigações é a de que os suspeitos tenham cometido crimes em recrutamento de pessoas interessadas em lutar na Síria e no Iraque na chamada "guerra santa", conduzida por grupos extremistas.

Fontes locais disseram também que os suspeitos estariam envolvidos no caso de Ismar Mesinovic, o bósnio que vivia na Itália e foi morto em confrontos na Síria no início do ano, após se aliciar a movimentos fundamentalistas. Recentemente, o Ministério do Interior da Itália lançou um alerta de terrorismo sobre o risco de infiltração de extremistas, principalmente através de imigrantes que chegam ao país vindos da África ou do Oriente Médico.

A Europa está em alerta contra a movimentação e aliciamento de fundamentalistas, após um integrante do grupo Estado Islâmico (EI, ex-Isis), provavelmente um cidadão britânico, decapitar o jornalista norte-americano James Foley. A Espanha e a Inglaterra estariam entre os países com maior número de cidadãos lutando na Síria e no Iraque ao lado de organizações extremistas. (ANSA)
ANSA
Fonte ANSA 27/08/2014 ás 20h

Compartilhe

Vêneto investiga cinco suspeitos de terrorismo