UTEC e INOTECH apresentam novo motor foguete na FIDAE AIRSHOW 2012

Fonte Ascom - AEB 09/06/2012 às 18h

UTEC e INOTECH apresentam novo motor foguete na FIDAE AIRSHOW 2012

São José dos Campos, Maio de 2012 – A empresa UTEC participou da 17ª edição da Feira Internacional do Ar e do Espaço, FIDAE 2012, no Aeroporto Internacional Arturo Merino Benítez em Santiago, no Chile. A FIDAE é realizada a cada dois anos, e inclui as áreas da aviação civil-comercial, aviação militar, defesa em geral e tecnologia espacial.
O motor foguete RE-100H, que utiliza propelentes líquidos, foi desenvolvido e construído pelo consorcio Inotech / Utec , em parceria com a UFMG, e esteve em exibição no chalé da empresa.
“É com muito orgulho que participamos da FIDAE 2012, apresentando a nossa solução para a questão da frenagem de satelites na fase de reentrada na atmosfera” disse Rene Nardi, Diretor da Inotech e responsável pelo projeto.
“O consorcio Inotech / Utec desenvolveu, para este segmento, uma grande variedade de soluções que demonstram a nossa capacidade de combinar as melhores qualidades das duas empresas. A Inotech tem a responsabilidade pelo projeto enquanto a Utec responde pela manufatura”.
O chalé da empresa recebeu a visita de autoridades nacionais, internacionais, de empresários e de representantes de institutos de pesquisa localizados na América Latina.
O Consorcio espera abrir novas possibilidades no mercado exterior a partir das conversas iniciadas na FIDAE. Nas fotos em anexo vemos o Ministro da Defesa e o Comandante da Forca Aérea.
Sobre o Motor RE-100H
O RE-100H e um motor que utiliza propelentes hipergólicos estocáveis, destinado à operação no vácuo. O motor pode ser utilizado no posicionamento de satélites ou utilizado para a frenagem de satélite na fase de reentrada na atmosfera. Ele foi projetado para fornecer o empuxo de 1 kN em condições de cruzeiro. Quando equipado com válvulas na entrada dos propelentes, o motor pode ser ligado e desligado a comando do operador.
A câmara de combustão do RE-100H e fabricada com liga de Nióbio, enquanto a tubeira e feita a partir de chapas de Inconel.
A injetora de propelentes utiliza um sistema desenvolvido com exclusividade pela Inotech para esta aplicação. A injetora e construída a partir de um bloco de Inconel, onde os canais de distribuição dos propelentes são escavados com maquinas de controle numérico, eliminando assim as operações de soldagem e brasagem. O principal diferencial desta injetora e a flexibilidade que ela da ao usuário de modificar os parâmetros de funcionamento, através da substituição de algumas pecas.
Ascom - AEB
Fonte Ascom - AEB 09/06/2012 ás 18h

Compartilhe

UTEC e INOTECH apresentam novo motor foguete na FIDAE AIRSHOW 2012