UnB desenvolve projeto que integra pesquisadores e empresas da construção civil

Fonte Secretaria de Comunicação da UnB - Foto: LF Barcel 11/06/2012 às 21h

UnB desenvolve projeto que integra pesquisadores e empresas da construção civil

Uma ferramenta de pesquisa que está sendo desenvolvida pela UnB em parceria com a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) pode contar com a adesão de universidades de toda a região Centro-Oeste. O reitor da UnB, José Geraldo de Sousa Júnior, recebeu nesta segunda-feira, 11 de junho, representantes de universidades públicas e particulares da região para apresentar o projeto de um observatório online que pretende integrar o conhecimento produzido na academia com empresas da construção civil. A ideia é ampliar o projeto em nível regional, mas visando futuramente outras regiões do Brasil e também países da América Latina.

O projeto, chamado de "Observatório da Cadeia Produtiva da Indústria da Construção", disponibiliza uma série de informações sobre inovações no setor: o currículo Lattes dos pesquisadores da área da construção civil, fichas que descrevem empresas e indústrias da área, representações do terceiro setor, como ONGs, associações, sindicatos, além do setor público como institutos no âmbito federal, estadual, distrital e municipal. Até o final de junho, as universidades da região vão informar à UnB se vão aderir a essa rede de informações. O Observatório dirigido especificamente à construção civil foi espelhado no Observatório do Conhecimento, lançado pela UnB no final do ano passado (leia mais sobre o assunto).

O observatório da construção civil é a oitava meta entre as nove que constituem o Programa de Inovação Tecnológica (PIT), idealizado pela CBIC. A ferramenta está sendo coordenada pelo Laboratório do Ambiente Construído, Inclusão e Sustentabilidade (Lacis) da UnB. A professora Raquel Naves Blumenschein, que coordena o Lacis, diz que a ferramenta de pesquisa combate um dos maiores gargalos que comprometem o desenvolvimento do país, a falta de contato entre academia e setor produtivo.

"Por meio da ferramenta, os pesquisadores poderão identificar seus pares e as empresas interessadas em determinadas áreas, como eficiência energética, por exemplo. Essas informações são uma oportunidade de encurtar o caminho para soluções voltadas aos mais variados setores", diz. "O Google, por exemplo, oferece basicamente tudo em informações, mas não as seleciona nem as qualifica. Essa ferramenta que estamos desenvolvendo é qualificada, promove a integração entre os setores e permitirá maior visibilidade dos pesquisadores", avalia Vanda Alice Zanoni, pesquisadora do Lacis e professora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo.

O presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), Paulo Safady Simão, diz que a parceria entre universidade e cadeia produtiva é fundamental. "Se estamos falando em inovação, não há como ela existir sem nossa proximidade com o que é produzido em centros acadêmicos. O espírito de um projeto como esse do Observatório é de integração", afirma. Ele diz que o projeto viabiliza uma troca de informações mais eficiente entre os setores. Simão ressalta que a participação de universidades do Centro-Oeste nessa ferramenta de pesquisa é necessária e bem-vinda. "Nossa busca é por qualidade, sustentabilidade e redução de custos. Aliás, o próprio conceito de custos deve passar por uma reavaliação a partir de parcerias como essa", avalia.

Adauer Tarquínio Dalto, pró-reitor de pesquisa da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), que participou da reunião nesta segunda-feira, elogiou o projeto, mas também enfatizou a importância da capacitação da mão de obra. “No Mato Grosso, por exemplo, existe uma carência muito grande na área da construção civil. Como instituições, acho que devemos pensar também em algo mais além desse projeto.”

O reitor da UnB comentou que integrar o conhecimento de pesquisadores em um setor de grande importância como a da construção civil não beneficia somente a área, mas o desenvolvimento da sociedade. "É um campo que combina inovações do conhecimento com as necessidades sociais. O Brasil vem crescendo muito, principalmente nessa área, e quanto mais as universidades contribuírem nesse processo, melhor.”
Secretaria de Comunicação da UnB - Foto: LF Barcel
Fonte Secretaria de Comunicação da UnB - Foto: LF Barcel 11/06/2012 ás 21h

Compartilhe

UnB desenvolve projeto que integra pesquisadores e empresas da construção civil