Tribunal pode julgar hoje ação da CUT-DF para afastar Prudente da presidência da CLDF

Fonte Agência Brasil. 14/01/2010 às 11h

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) pode julgar na tarde de hoje (14) a ação popular movida pela Central Única dos Trabalhadores (CUT- DF), em nome do secretário- geral da instituição, Cícero Rola, pede o afastamento do deputado Leonardo Prudente da presidência da Câmara Legislativa do Distrito Federal e dos trabalhos que envolvem o processo de impeachment de José Roberto Arruda. A ação foi movida da 5ª Vara de Fazenda Pública e está sob apreciação do juiz Rômulo de Araújo Mendes.

A CUT baseia a ação na falta de imparcialidade e isenção de Prudente para julgar o processo de impeachment de Arruda. Cícero Rola acredita que a atual configuração das comissões montadas na Câmara Legislativa manterá a política protecionista ao governador, pois estão sob o comando da base governista.

“Não temos a menor expectativa de que haja uma apuração isenta nos processos de impeachment do governador na Câmara Legislativa, pois os envolvidos estão à frente de comissões importantes. Com isso, as manifestações vão continuar.”

A categoria aguarda o deferimento da ação junto aos demais integrantes do movimento Fora Arruda. Enquanto isso, o grupo planeja novos protestos no DF. Está prevista para o próximo domingo (17), manifestação em frente à casa de um dos parlamentares envolvidos no esquema de corrupção, a criação de um bloco carnavalesco para sair às ruas e um indicativo de greve dos trabalhadores como forma de protesto ao descaso em que o processo de impeachment do governador. Carreatas e panfletagens também continuam na pauta dos manifestantes.

Amanhã (15), às 11h, na sede da CUT-DF, haverá um novo encontro do movimento Fora Arruda para definir cada uma dessas ações.

Agência Brasil.
Fonte Agência Brasil. 14/01/2010 ás 11h

Compartilhe

Tribunal pode julgar hoje ação da CUT-DF para afastar Prudente da presidência da CLDF