Tribunal oficializa eleição de Sebastián Piñera à presidência do Chile

Fonte Agência Brasil. 29/01/2010 às 15h

 O empresário Sebastián Piñera, da Coalizão pela Mudança, foi proclamado hoje o presidente eleito do Chile, ao ser comunicado oficialmente de sua vitória no segundo turno das presidenciais, realizado no último dia 17. 

O anúncio foi feito pelo presidente do Tribunal Eleitoral do Chile, Sergio Muñoz, que afirmou também que o processo eleitoral do país ocorreu de forma "regular", isento de "vícios".

Em discurso, Piñera classificou seu futuro papel como o seu "maior desafio" e pediu ajuda "a Deus". "Estamos aqui para servir e não para ser servido, serei o primeiro mandatário e não o primeiro mandante", prometeu.

O futuro chefe de Governo disse ainda estar disposto a iniciar uma transição "de um país subdesenvolvido, com pobreza e desigualdades excessivas que nos acompanham em nossos 200 anos de vida independente, a um país que consiga com muito orgulho e humildade ser o primeiro da América Latina que possa dizer que superamos a pobreza, derrotamos o subdesenvolvimento, e que conseguimos isso com união, em paz e harmonia".

Piñera também pediu o esforço de todos "para que esta segunda transição, que esperamos que possa dar seus frutos até o ano de 2018, seja tão exitosa quanto foi a primeira transição, do governo militar ao democrático".

"Estou convencido de que esta será mais difícil, vai enfrentar mais obstáculos e requerer ainda mais coragem, visão e unidade que a anterior", mas será "tão grande, tão nobre e tão difícil quanto a que iniciamos no fim dos anos 80 e começo dos 90", completou o empresário, referindo-se ao final do regime ditatorial, de Augusto Pinochet (1973-1990).

Com 100% das urnas apuradas, Piñera obteve 3.591.182 dos 7.203.371 votos registrados, com 51,61% das preferências. O candidato da governista Concertación por la Democracia, Eduardo Frei, obteve 48,39% dos votos.

Desde o fim da ditadura, esta será a primeira vez que o país será conduzido por um líder de direita. Piñera receberá a faixa presidencial das mãos da atual mandatária, Michelle Bachelet, no próximo dia 11 de março para um mandato de quatro anos.

 


Agência Brasil.
Fonte Agência Brasil. 29/01/2010 ás 15h

Compartilhe

Tribunal oficializa eleição de Sebastián Piñera à presidência do Chile