Tranquilidade atrai visitantes ao Vale do Rio Preto

Fonte Ministério do Turismo 29/08/2014 às 9h
O Vale do Rio Preto, localizado na divisa entre Rio de Janeiro e Minas Gerais, oferece ao turista contato com a natureza e com o patrimônio histórico. O roteiro rural faz parte de um conjunto de 23 roteiros apoiados pelo projeto que elabora e reformula roteiros do Brasil rural, que inclui a produção familiar entre as principais atrações

A histórica Fazenda Santa Clara, no município de Santa Rita de Jacutinga (MG), tombada na última terça-feira (26) como patrimônio do estado pelo Conselho Estadual de Patrimônio Cultural, é um dos destaques do roteiro do Vale do Rio Preto. Localizada a 140 quilômetros de Juiz de Fora (MG), a fazenda chama a atenção pelas edificações do século XVIII. A principal delas, com 365 janelas, uma para cada dia do ano, se destaca nos mais de seis mil metros quadrados de área construída. A fazenda serviu de cenário para as gravações da novela Terra Nostra.

O roteiro ainda passa pelo Parque Estadual do Ibitipoca (MG), que recebe cerca de 60 mil pessoas por ano. Em uma área equivalente a mais de 1,4 mil campos de futebol, o visitante pode visitar grutas e até acampar. Felipe Teixeira, presidente do circuito Serras de Ibitipoca, afirma que a região foi um refúgio aos turistas que quiseram evitar a agitação das cidades-sede durante a Copa do Mundo. “Tivemos grande procura, especialmente por viajantes interessados em um local de descanso e sossego. Uma fuga do barulho e da movimentação nas cidades que abrigaram os jogos”, afirma Teixeira.

Há trilhas com vegetação rica e cachoeiras para banho. O roteiro termina na cidade de Rio Preto, com atrações históricas ligadas ao ciclo da mineração do fim do séc. XVIII e ao ecoturismo. Tudo isso guiado por pessoas que moram na região.

Entre os resultados do projeto, o roteiro do Vale do Rio Preto Ibitipoca passou a contar com uma rede de negócios voltada ao turismo local, criada a partir da sugestão de uma consultoria. Graças à rede, os produtores da região conseguem atuar em modelo de cooperativa de forma a obter melhores condições nas negociações de compra e venda de materiais e equipamentos.

Os roteiros do projeto foram escolhidos por meio de chamada pública, mapeados, apresentados ao mercado turístico, receberam consultoria especializada e apoio à comercialização. Um dos requisitos para a escolha foi a proximidade das cidades-sede da Copa.

Os programas turísticos são compostos por empreendimentos da agricultura familiar que valorizam a identidade cultural da região, promovem a geração de emprego e renda e agregam valor à produção de grupos locais. Cerca de 400 empreendimentos em 54 municípios fazem parte do projeto.

SERVIÇO

Acesso:

Partindo do Rio de Janeiro, o acesso pode ser feito pela rodovia Presidente Dutra (BR 116) até Piraí, onde se pega a RJ 145 até Valença e, em seguida, a RJ 147 até o município de Rio Preto, onde se inicia o roteiro. De lá, pode-se pegar a RJ 151 e a MG 457 para se chegar à Santa Rita do Jacutinga. Para Ibitipoca, pode-se seguir a MG 457 até Bom Jardim de Minas, onde se pega a BR 267.



O que visitar:

Pesqueiro Zé Darci - Além de funcionar como pesque-pague e comercializar peixes, o empreendimento funciona como restaurante e fica numa região de natureza destacável. O simpático proprietário, Zé Darci, deixa o local ainda mais interessante. Funciona diariamente para pescaria. Em dias de semana, o restaurante exige reserva. Fazenda Candonga – Estrada Cruzeiro, Km 3, Santa Rita do Jacutinga.



Sítio das Cachoeiras - O empreendimento dispõe de três cachoeiras, trilhas além de produzir leite, frutas e verduras. Tem como diferencial o atendimento familiar e uma excelente qualidade de produtos à venda, tais como doces, quitutes, bolos, entre outros. Uma dica é montar uma cesta de piquenique e levar para uma das cachoeiras, para aproveitar o dia - Km 1 da estrada de Passa Vinte – Vale do Sobrado, Santa Rita do Jacutinga (MG).



Parque Estadual do Ibitipoca - Localizado nos municípios de Lima Duarte e de Santa Rita de Ibitipoca, o parque reúne cachoeiras e grutas. É uma excelente opção para caminhadas, ecoturismo e turismo de aventura. Dispõe de camping, alojamento, restaurante e auditório. Distante a três quilômetros da entrada do Parque fica o distrito de Conceição do Ibitipoca, que dispõe de pousadas e restaurantes para os mais variados bolsos. O parque está localizado nos municípios de Lima Duarte e de Santa Rita de Ibitipoca, próximo à divisa entre Minas Gerais e Rio de Janeiro.


Ministério do Turismo
Fonte Ministério do Turismo 29/08/2014 ás 9h

Compartilhe

Tranquilidade atrai visitantes ao Vale do Rio Preto