Senadores consideram "decisão histórica" quebra do sigilo de empreiteira

Fonte Agência Senado 05/06/2012 às 12h
Os senadores Pedro Simon (PMDB-RS) e Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) classificaram nesta terça-feira (5) de “histórica” a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de manter a quebra de sigilo da construtora Delta em nível nacional. De acordo com Simon, é a primeira vez que o Congresso vai acessar informações de uma empreiteira, depois de anos quebra do sigilo bancário fiscal e telefônico da Delta nacional foi aprovada em reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) no último dia 29 de maio, mas os advogados da empresa recorreram ao Supremo, por meio de mandado de segurança. Na noite de segunda-feira (4), no entanto, a relatora do caso, a ministra Rosa Weber, negou o pedido da empreiteira.

A quebra do sigilo baseou-se na estreita ligação entre a Delta e Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, acusado de comandar um esquema de jogos ilegais, corrupção e tráfico de influência.

Também se manifestou com entusiasmo sobre a decisão do Supremo o deputado Onix Lorenzoni (DEM-RS), autor, junto com o deputado Mendonça Prado (DEM-SE) de um dos requerimentos de abertura das informações sigilosas da construtora. O outro foi apresentado pelo deputado Rubens Bueno (PPS-PR). Lorenzoni lembrou a luta de Simon pela criação de uma CPI dos corruptores

de tentativas de investigar empresas sobre as quais há muitas suspeitas de irregularidades.
Agência Senado
Fonte Agência Senado 05/06/2012 ás 12h

Compartilhe

Senadores consideram "decisão histórica" quebra do sigilo de empreiteira