Seminário vai reunir na Faculdade de Direito especialistas do campo da saúde mental

Fonte UFMG 01/09/2014 às 10h
A Faculdade de Direito abriu inscrições para o seminário A liberdade é terapêutica – 35 anos de Basaglia no Brasil, que será realizado nos dias 16 e 17 de setembro. O evento lembra os 35 anos da chegada ao Brasil das ideias e do trabalho do psiquiatra italiano Franco Basaglia, responsável por promover importante reforma no sistema de saúde mental italiano no século passado.

O evento vai reunir sete palestrantes com experiências diversas no campo da saúde mental, entre os quais o professor da Faculdade de Direito da UFMG Túlio Lima Vianna, o advogado criminalista Virgílio de Mattos e o cineasta mineiro Helvécio Ratton, criador do documentário Em nome da razão, sobre antiga instituição psiquiátrica em Barbacena.

A Luta Antimanicomial tem como lema “por uma sociedade sem manicômios” e recomenda uma rede de atenção integral à saúde que invista nos serviços extra-hospitalares e multiprofissionais, com a substituição progressiva do hospital psiquiátrico.

Precursor do movimento italiano de reforma psiquiátrica, conhecido como Psiquiatria Democrática, Franco Basaglia inicia seu trabalho após a Segunda Guerra Mundial, ao assumir a direção do Hospital Psiquiátrico de Gorizia, propondo mudanças para transformá-lo em uma comunidade terapêutica, com melhores condições de hospedaria e maior cuidado técnico com os internos. À medida que se defrontava com a miséria humana, criada pelas condições do hospital, o psiquiatra constatava que eram necessárias transformações profundas tanto no modelo de assistência psiquiátrica, quanto nas relações entre a sociedade e a loucura, criticando a postura tradicional da cultura médica. Influenciado pela obra do filósofo francês Michel Foucault, concluiu que apenas a psiquiatria não era capaz de lidar com a saúde mental.

Para se inscrever, os interessados devem enviar nome completo e número de documento de identidade para o e-mail [email protected] Os participantes terão direito a certificados de oito horas de Atividades Complementares de Graduação (ACG) àqueles que comparecerem em ambos os dias.
UFMG
Fonte UFMG 01/09/2014 ás 10h

Compartilhe

Seminário vai reunir na Faculdade de Direito especialistas do campo da saúde mental