Secretário descarta problemas para refinanciamento da dívida pública este ano

Fonte Agência Brasil. 26/01/2010 às 16h

O Brasil não deverá ter problemas para refinanciar a dívida pública federal em 2010, já que tem um “colchão de liquidez”, que permite a “rolagem” de seu endividamento seis meses à frente do vencimento dos títulos.

De acordo com o secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, tais antecipações têm dado ao Brasil condições favoráveis e mais tranquilidade nas operações, que levaram, no ano passado, o país a enfrentar “bem a crise econômica mundial”.

Para Augustin, o fato de 2010 ser um ano atípico, por causa das eleições, também não implicará problemas para a rolagem da dívida, justamente pelo fato de o governo já ter essa vantagem na rolagem da dívida e ter mostrado capacidade de reduzir seu endividamento.

Só para se ter uma ideia, o governo já rolou em janeiro 27,1% da dívida pública federal com vencimento em 2010, conforme os números divulgados pelo Tesouro Nacional. Isso representa R$ 100,92 bilhões só no primeiro mês do ano.

A análise de Augustin, foi feita durante entrevista para divulgar o Plano Anual de Financiamento da dívida pública federal interna e externos. Segundo ele, o governo fez uma compra antecipada de moeda estrangeira no valor de US$ 5,6 bilhões com o objetivo de reduzir a dívida externa, restando apenas US$ 2 bilhões desta dívida a serem pagos neste ano.

“Ultimamente, a dívida vem caindo em proporção do Produto Interno Bruto (PIB, soma de todos os bens e serviços produzidos no país). O endividamento caiu de algo próximo 52% do PIB para 40 e poucos por cento do PIB”, afirmou o secretário.
 

Agência Brasil.
Fonte Agência Brasil. 26/01/2010 ás 16h

Compartilhe

Secretário descarta problemas para refinanciamento da dívida pública este ano