Seca não atrapalha festas juninas nos municípios baianos de Jequié e São José de Jacuípe

Fonte Agência Brasil 03/06/2012 às 13h

Brasília – Há poucos dias da chegada do São João, nas cidades de Jequié e São José de Jacuípe, no interior baiano, já começam os preparativos para receber o público e os turistas para as festas juninas. Os festejos, que estão entre os maiores do Nordeste, terão a animação de bandas, quadrilhas e brincadeiras regionais.

Em São José de Jacuípe, o São João é comemorada há quase 70 anos. Segundo o secretário de Administração do município, José Robson Vilas Boas, a festa deste ano chegou a ser ameaçada por causa da seca. “Não íamos comemorar o festejo em 2012. Mas, há uma semana, o prefeito da cidade resolveu fazer a festa. Para realizar o evento, o município gasta em torno de R$ 350 mil, mas este ano a prefeitura só vai investir cerca de R$ 120 mil”, disse.

De acordo com Vilas Boas, a prefeitura resolveu fazer o São João por causa dos filhos de pioneiros da região. Eles moram em outras cidades e reservam suas férias para o mês de junho por causa dos festejos juninos. “Essas pessoas vêm a São José de Jacuípe para visitar a família e participar da festa. Este ano os dias de comemoração foram reduzidos de trés para dois dias. A festa ocorrerá nos dias 15 e 16 de junho”, disse.

Ainda segundo o secretário, a seca continua causando problemas para o município. “O maior problema que estamos enfrentando na região é o da falta de água, os reservatórios estão secando. Os agricultores perderam 100%o de suas lavouras, e muitos criadores mantiveram seus rebanhos porque a prefeitura está abastecendo as comunidades com carros-pipa, fornecendo ração, e também cestas básicas para as famílias”, declarou.

Já para o secretário interino de Cultura e Turismo de Jequié, Irailton Santos, os preparativos para a festa de São João, nos dias 14 a 24 de junho, estão quase prontos. O festejo terá muitas atrações musicais e brincadeiras tradicionais da região.”Vamos fazer a festa, mas este ano o Ministério Público (MP) sugeriu que reduzíssemos os gastos em relação aos outros anos. A outra parte que seria gasta com o evento, será destinada aos municípios que estão sendo atingidos pela seca”, disse.

Santos ressaltou que o São João de Jequié já virou tradição, e é o maior evento da cidade. “É a décima sétima edição. Em 2011 foi eleito como o melhor São João da Bahia. No período da festa, temos, em média, 60 mil pessoas por noite. Os hotéis estão todos reservados, isso faz com que a arrecadação municipal aumente cerca de 40%. O tema da festa deste ano é em homenagem ao centenário de Luiz Gonzaga”.

 

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 03/06/2012 ás 13h

Compartilhe

Seca não atrapalha festas juninas nos municípios baianos de Jequié e São José de Jacuípe