"SAX em Alta - 2ª Temporada"

Fonte Assessoria de Comunicação LBV 09/12/2009 às 17h

Começa nesta terça-feira (8), a 2ª Temporada do Projeto “Sax em Alta”, em várias escolas públicas do Distrito Federal. Com o intuito de valorizar os novos talentos nas áreas da música instrumental e vocal e popularizar a música de concerto em âmbito nacional, o projeto “Sax em Alta – 2ª Temporada” com o solista Carlos Gontijo e músicos convidados, vai proporcionar ao público brasiliense, a oportunidade de ouvir e conhecer músicas compostas para este belíssimo instrumento de sopro (sax), sendo tocadas com arranjos inovadores e tendências brasileiras numa mistura de popular e erudito, divulgando a música instrumental brasileira.

Carlos Gontijo que acaba de voltar da França especialmente para esta segunda temporada do projeto “Sax em Alta”, é brasiliense, ganhador de vários prêmios, cuja trajetória de formação acadêmica se deu exclusivamente em escolas da rede pública de ensino do Distrito Federal. Foi aluno de escola pública desde o ensino fundamental e ensino médio até sua graduação pelo Centro de Educação Profissional/Escola de Música de Brasília e Universidade de Brasília.

O projeto “Sax em Alta – 2ª Temporada” vai realizar seis concertos em escolas públicas do Distrito Federal, com duração estimada em aproximadamente 50 minutos cada concerto, nos locais abaixo relacionados. Público alvo: alunos, pais, professores, servidores das escolas, comunidade em geral.

Núcleo Bandeirante/DF – Escola Classe 03                                                      

Data: 8/12/2009 (terça-feira) - Horário: 11 horas

Varjão/DF – Escola de Ensino Fundamental do Varjão

Data: 8/12/2009 (terça-feira) - Horário: 15 horas

Paranoá/DF - Centro de Ensino fundamental 02                            

Data: 8/12/10009 – Horário: 16h30min

Brazlândia/DF – Centro de Ensino Especial                                                                                                                  

Data: 9/12/2009 (quarta-feira) - Horário: 10 horas

Cruzeiro Novo/DF- Escola Classe 04 – Cruzeiro Novo

Data: 10/12/2009 (quinta-feira) - Horário: 11 horas

Samambaia/DF – Escola Classe 410 – Samambaia/Norte                                        

Data: 10/12/2009 (quinta-feira) - Horário: 11h30min

Esse projeto tem o patrocínio da Secretaria de Estado de Cultura do Distrito Federal e do FAC – Fundo de Apoio à Cultura. Realização: Instituto EducArte e Alan Moreira Produções.

 

Carlos Gontijo

 

Carlos Gontijo, 28 anos, natural de Brasília, iniciou seus estudos musicais em 1994 ao ingressar como aluno de Trompete na Banda Sinfônica da extinta Direção Regional de Ensino da cidade de Brazlândia – DF, sob a direção, orientação e regência do Maestro Josué Inácio. Em 1997 apaixonou-se pelo Saxofone, e desde então se dedicou a ele com afinco. No ano seguinte (1998) foi admitido na Escola de Música de Brasília (CEP–EMB), e no 2º semestre do mesmo ano ingressou na classe de Saxofone do Professor “BOOGIE” (Carlos Eduardo B. Pimentel). Em 2001 iniciou sua Graduação, cursando Música (Bacharelado em Saxofone) na Universidade de Brasília – UnB, sob a orientação do Maestro e Professor (Mestre) de Saxofone Vadim Arsky. No 2º semestre de 2003 concluiu o curso de Saxofone da Escola de Música de Brasília. Participou de vários Cursos e Festivais, onde teve contato com importantes nomes da Música Nacional e Internacional, como: Dílson Florêncio (Professor de Saxofone da UFMG), Maestro Roberto Farias – SP, Maestro Manuel Carvalho – EMB, Maestro Leon Halegua (Uruguai), Eugène Rousseau - EUA (Professor de saxofone da Universidade de Minnesota-EUA), Claude Delagle (Professor de Saxofone do Conservatório Superior de Paris – França), Claude Brunel (Professora de Saxofone do Conservatório Nacional de Beauvais - França), Marck Sieffert (Professor de Saxofone do Conservatório Nacional de Rouen - França), Rodrigo Capistrano (Professor de Saxofone da Escola de Belas Artes de Curitiba – Paraná), James Houlick (Saxofonista) – EUA, Dale Wanderwood (Saxofonista) – EUA, etc. Em 2004 participou do Concurso de Jovens Músicos Eruditos, promovido por Furnas Centrais Elétricas (Concurso Furnas Geração Musical I - 2004), no qual foi o único saxofonista de Brasília que se classificou entre os dez jovens instrumentistas eruditos mais promissores da região. Em outubro de 2005 foi aceito e agraciado com uma bolsa de estudos no Conservatoire de Musique de Beauvaisis – França. Em janeiro de 2006 foi aceito no Conservatoire National de Musique de Rouen – França. Em fevereiro de 2006 formou-se na Universidade de Brasília – UnB, no curso de Bacharel em Saxofone. Em maio de 2006 foi aprovado em 1º lugar no concurso nacional para o cargo de saxofonista (saxofone alto) da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo - SP, e em agosto de 2006 foi vencedor do Prêmio Furnas de jovens talentos (Concurso Furnas Geração Musical II - 2006), sendo o 1º saxofonista do Brasil a ganhar este prêmio e obter uma bolsa de estudos (de 2006 à 2008) para se especializar em saxofone com o professor Dilson Florêncio (1º Prix de Paris em saxofone [1985] e professor da UFMG). Em julho de 2007 no Festival Internacional de Inverno de Brasília (UnB), foi vencedor do prêmio FIB-Música Brasileira (melhor intérprete de música brasileira) e 2º lugar no prêmio FIB-Jovens Solistas. Em outubro de 2007 foi vencedor do Concurso Jovens Solistas da 4ª Semana da Música de Ouro Branco-MG. Em novembro de 2009, no II Concurso Jovens Músicos – Música no Museu foi o vencedor do Prêmio Especial que consiste em uma bolsa de estudos para cursar o Doutorado na James Madison University. Carlos Gontijo já se apresentou nas principais salas de concertos de Brasília (Teatro Levino de Alcântara, Casa Thomas Jefferson, Sala Funarte – Cássia Heller,  Sala Martins Penna e sala Villa-Lobos do Teatro Nacional Cláudio Santoro), e salas em São Paulo, Curitiba, Cuiabá, Rio de Janeiro, Vitória e na França. Já se apresentou com: a Orquestra Sinfônica do Teatro nacional, Big-Band da UnB, Banda Sinfônica do CEP-EMB, Orquestra de Saxofones da UnB, Quarteto de saxofones Art&Sax, entre outros). Atualmente, se especializa em saxofone no Conservatório de Música de Rouen (França) sob a orientação do professor Marc SIEFFERT no curso Licence d’Artiste Interprète en Saxophone, é mestrando em música pela Universidade de Rouen (tema da pesquisa: “A Escola Francesa de Saxofone no Brasil” - inédito) e integrante do Quarteto de Saxofones Art&Sax.

Assessoria de Comunicação LBV
Fonte Assessoria de Comunicação LBV 09/12/2009 ás 17h

Compartilhe

"SAX em Alta - 2ª Temporada"