Sarney defende ponto eletrônico para todos os servidores do Senado

Fonte Agência Brasil. 01/02/2010 às 13h

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), disse hoje (1º) ser favorável à extensão do ponto eletrônico a todos os funcionários da Casa. Boletim Administrativo publicado em dezembro determina que o ponto eletrônico entre em funcionamento a partir de hoje para servidores efetivos e comissionados. Entretanto, os funcionários de gabinetes poderão ter a dispensa do ponto se o senador se responsabilizar pelo controle de suas frequências.

“Acho que se nós vamos fazer, deveria ser extensivo a todos”, disse acrescentando que pretende conversar com o primeiro-secretário, Heráclito Fortes (DEM-PI), para conhecer a proposta em detalhes. À tarde, Heráclito se reúne com a equipe técnica da Casa para definir a possível extensão do ponto.

O funcionário deverá registrar seu horário de entrada e saída em computador, com uso de senha pessoal. A determinação ainda prevê que apenas os servidores que tiverem ponto eletrônico possam fazer hora extra. A assiduidade do servidor será atestada pela chefia. A ideia é evitar que o funcionário apenas registre sua presença na Casa, mas não trabalhe.
 

Agência Brasil.
Fonte Agência Brasil. 01/02/2010 ás 13h

Compartilhe

Sarney defende ponto eletrônico para todos os servidores do Senado