Rio+20 terá internet 4G em caráter experimental

Fonte Agência Brasil 14/06/2012 às 16h

Brasília - A Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20) terá internet de quarta geração (4G) funcionando em caráter experimental. Uma parceria entre o Ministério das Comunicações e as empresas Vivo e Huawei possibilitará, pela primeira vez no Brasil, testes desse tipo de conexão, que funciona com velocidade dez vezes maior do que a da terceira geração (3G).

As empresas também ficarão responsáveis pela operação e manutenção do serviço durante o evento. A estrutura da rede será montada no Pavilhão do Riocentro. “Isso servirá de parâmetro para avaliar como será [o funcionamento da 4G] na Copa de 2014”, disse na manhã de hoje (14), o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, ao anunciar a parceria em entrevista após participar do programa Bom Dia, Ministro, produzido pela EBC Serviços em parceria com a Secretaria de Comunicação da Presidência da República. “Serão doados 400 modems wireless [sem fio] a membros das delegações estrangeiras, para que acessem a rede”, acrescentou depois, durante coletiva de imprensa.

Para tornar o teste possível, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) concedeu autorização especial e temporária, já que a Vivo – uma das empresas vencedoras da licitação para operação de telefonia 4G – só terá autorização para ocupar a faixa de 2,5 giga-hertz (GHz) após a assinatura do contrato.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 14/06/2012 ás 16h

Compartilhe

Rio+20 terá internet 4G em caráter experimental