Ricardo Ferraço denuncia manobra para retirar estaleiro do Espírito Santo

Fonte Agência Senado 13/03/2013 às 20h

Presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), o senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES) anunciou em Plenário que a comissão fará nesta quinta-feira (14) uma reclamação formal ao ministro das Relações Exteriores, Antônio Patriota, para que apure o envolvimento do embaixador do Brasil em Cingapura, Luís Fernando Serra, na construção de um estaleiro no Brasil. A denúncia é de que o embaixador estaria propondo à empresa Jurong a transferência do estaleiro que começou a construir no Espírito Santo para o litoral norte do Rio de Janeiro.

O empreendimento avaliado em R$ 500 milhões geraria seis mil empregos diretos no estado. A transferência para o Rio de Janeiro beneficiaria o empresário Eike Batista, proprietário do terminal portuário de Porto do Açu, em São João da Barra, norte do Rio. No convencimento aos empresários, o embaixador estaria usando o nome dos ministros da Fazenda, Guido Mantega, e do Desenvolvimento, Fernando Pimentel.

Ricardo Ferraço contou que a história foi publicada nesta quarta-feira (13) pelo jornal capixaba A Gazeta. O jornal também noticiou que representantes do Jurong disseram ao governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, que foram contatados para avaliar a possibilidade de construir todo ou parte do empreendimento no Rio de Janeiro.

- Passamos um dia de intenso trabalho aqui em Brasília, conversando com ministros. Todo o relato dá conta que o embaixador do Brasil em Cingapura, Luís Fernando Serra teria procurado essa companhia em nome do governo federal. O que me parece é que esse embaixador agiu de forma descabida. Não cabe a um embaixador, que lidere e represente uma missão diplomática brasileira, se valer indevidamente do nome dos ministros – criticou o senador.

Ferraço acrescentou ainda que o Espírito Santo já sofreu dois grandes golpes em sua economia nos últimos tempos. O primeiro com a redução das alíquotas ICMS sobre importações que reduziu drasticamente as receitas do Fundo de Desenvolvimento das Atividades Portuárias (Fundap). A segunda com a nova divisão dos royalties do petróleo. Agora, estaria sob a ameaça de perder também o estaleiro.

 

Agência Senado
Fonte Agência Senado 13/03/2013 ás 20h

Compartilhe

Ricardo Ferraço denuncia manobra para retirar estaleiro do Espírito Santo