Resex Arióca Pruanã está perto de concluir plano de uso

Fonte Comunicação ICMBio 12/06/2012 às 22h

Brasília (12/06/2012) – Gestores do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) acabam de encerrar a segunda etapa de discussões sobre o Plano de Uso da Reserva Extrativista (Resex) Arióca Pruanã, no Pará. A primeira já havia sido realizada em abril. Agora, os gestores se preparam para concluir os trabalhos nos próximos dias 21 e 22.

Ao todo, 27 comunidades da Resex participaram das sete reuniões conduzidas pelo consultor Jorge Pinto, contratado pelo Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa). Os moradores contribuíram com sugestões, críticas e demandas.

“Todo o trabalho foi feito de forma participativa e democrática, envolvendo diversos atores sociais dentro da reserva como, por exemplo, extrativistas, caçadores, pescadores, madeireiros e agricultores. Junto com eles, pudemos construir um acordo de gestão e convivência, mostrando a melhor forma de usar os recursos naturais da reserva”, disse o consultor.

O analista ambiental e gestor da Resex, Patrick Jacob, ressaltou a importância da elaboração do Plano de Uso. Para ele, a implantação desse instrumento de trabalho auxiliará nas atividades de gestão da unidade de conservação, além de minimizar os conflitos internos existente entre os próprios moradores.

Nos dias 21 e 22 de junho, no município de Oeiras do Pará, a equipe de trabalho da Resex Arióca Pruanã, juntamente com representantes de todas as comunidades da unidade de conservação, finalizará o Plano de Uso com um último debate para consolidar as informações coletadas em campo.

Comunicação ICMBio
Fonte Comunicação ICMBio 12/06/2012 ás 22h

Compartilhe

Resex Arióca Pruanã está perto de concluir plano de uso