Quiosque em Copacabana mostra durante a Rio+20 práticas sustentáveis de programa habitacional do Rio

Fonte Agência Brasil 15/06/2012 às 22h

Rio de Janeiro – Quem passar pela Praia de Copacabana, zona sul da capital fluminense, poderá conhecer, até o final da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), as práticas sustentáveis usadas na construção dos apartamentos do programa habitacional Morar Carioca Verde.

A Secretaria Municipal de Habitação deixará à disposição dos visitantes, no calçadão da Avenida Atlântica, um quiosque montado com caixotes de plástico, onde poderão tirar suas dúvidas a respeito do programa. Implementado como projeto piloto nos morros do Chapéu Mangueira e Babilônia, comunidades vizinhas à praia, a obra está orçada em R$43,4 milhões e vai beneficiar famílias que moravam em áreas vulneráveis.

As localidades foram beneficiadas pelo projeto por estarem em áreas de encosta e de proteção ambiental. Na construção dos prédios, está prevista a utilização de estrutura metálica reciclada, tijolo ecológico, reuso das águas das chuvas e dos esgotos tratados nos vasos sanitários e medidores individuais de água.

Para Tadeu Rodrigues de Sousa, morador do Morro da Babilônia e operário que trabalha na construção dos apartamentos, a iniciativa da prefeitura, além de contribuir para o meio ambiente, vai salvar vidas, já que os deslizamentos de encostas levam riscos aos moradores.

A programação do Morar Carioca Verde vai até a próxima sexta-feira (22). No próximo domingo (17), o prefeito do Rio, Eduardo Paes, recebe no local o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, que vai conhecer as obras na comunidade.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 15/06/2012 ás 22h

Compartilhe

Quiosque em Copacabana mostra durante a Rio+20 práticas sustentáveis de programa habitacional do Rio