Psicólogos celebram seu dia com ação no Parque da Cidade

Fonte Agência Brasília 30/08/2014 às 19h
1ª Mostra de Práticas em Psicologia apresentou diversas atividades para o público no centro de lazer

BRASÍLIA (30/8/14) - Mostrar que o trabalho do psicólogo vai muito além do atendimento clínico. Com esse objetivo o Conselho Regional de Psicologia do Distrito Federal (CRP-DF) organizou um grande evento no Parque da Cidade neste sábado (30). A data celebra o Dia do Psicólogo e contou com apresentações de dança, teatro e várias outras intervenções ligadas à atuação desse profissional.



Em uma tenda montada próximo à Administração do Parque da Cidade aconteceu a 1ª Mostra de Práticas em Psicologia do CRP-DF. A atividade contou com a participação das secretarias de Educação, d.a Criança e da Mulher do Distrito Federal, além de universidades e da Defensoria Pública do DF.



"São vários órgãos que estão aqui justamente para mostrar como acontecem as atividades dos profissionais em psicologia nas mais diversas políticas públicas. Reforçando que, além de um psicólogo atendendo, sempre existe outro pensando as melhores estratégias de atuações junto à sociedade", explicou a presidente do CRP-DF, Cynthia Ciarallo.



Dentro da Secretaria de Educação, por exemplo, existe o Serviço Especializado de Apoio à Aprendizagem idealizado pela subsecretária de Educação Básica, Edileuza Fernandes da Silva. Trata-se de um trabalho institucional que, por meio de uma atuação multidisciplinar, aborda o desenvolvimento do estudante.



"Não existe mais aquela ideia de que o trabalho é prioritariamente individualizado. Tentamos abordar o problema do aluno observando o universo que o envolve para chegar a determinado diagnóstico ou conclusão", ressaltou a chefe de núcleo do serviço, Raquel de Alcântara.



A 1ª Mostra de Práticas em Psicologia recebeu vários movimentos e usuários das políticas públicas com intervenção da psicologia do DF. Um deles é Elias Lima Batista, 39. Com histórico de internação, intervenções pouco eficazes e várias situações de preconceito, hoje ele luta para que o paciente tenha cada vez mais um melhor atendimento.



"O objetivo de estar em espaços de discussão como este é buscar benefícios para as pessoas que são excluídas da sociedade por apresentarem algum transtorno psicológico. A lei fala que somos todos iguais, e esse é o momento de reforçar o que vem na Constituição Federal", declarou.
Agência Brasília
Fonte Agência Brasília 30/08/2014 ás 19h

Compartilhe

Psicólogos celebram seu dia com ação no Parque da Cidade