Programa Segundo Tempo terá R$ 200 milhões em 2010

Fonte Agência Brasil. 26/01/2010 às 13h

Com uma verba de R$ 200 milhões no Orçamento da União em 2010, o programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte, reúne hoje (26), em Brasília, mais de 200 gestores de 124 novos convênios firmados em 2009 para proporcionar a prática esportiva a 350 mil crianças em todo o Brasil. Mais 103 convênios já estão em execução desde o ano passado.

O objetivo do encontro é capacitar 105 coordenadores-gerais, 80 coordenadores pedagógicos e 31 ouvintes para que iniciem as atividades do programa com todas as ações estruturadas, atendendo as crianças de forma integral.

Há também a preocupação de orientar os novos parceiros dos convênios na correta aplicação dos recursos públicos, de acordo com a diretora do Departamento de Esporte Escolar e de Identidade Cultural da pasta, Gianna Perim, que representou o ministro Orlando Silva na abertura dos trabalhos.

O Segundo Tempo oferece aos estudantes de escolas públicas e a jovens de comunidades carentes um tempo extra para a prática esportiva, após as atividades escolares. Ele pode executado por qualquer entidade, pública ou privada, com mais de três anos de existência, que atenda aos critérios técnicos do processo seletivo, e também por prefeituras e governos estaduais.

Gianna esclareceu que o objetivo do Segundo Tempo não é formar atletas de alto rendimento, mas sim possibilitar a prática esportiva a milhões de crianças, o que “com certeza, vai ampliar a nossa base e permitir identificar potenciais talentos esportivos que poderão participar das grandes competições e transformar o Brasil numa potência olímpica”. Ela admitiu que a realização das Olimpíadas no Brasil (Rio de Janeiro), em 2016, “aumenta a nossa responsabilidade”.

A diretora ressaltou, que, com esse foco, a grande responsabilidade do programa é “democratizar o acesso ao esporte e dar oportunidade às crianças que estão na escola ou fora da escola de acesso a uma prática esportiva de qualidade”. Pelas regras do programa, as entidades conveniadas devem oferecer essa prática às crianças que participam do Segundo Tempo pelo menos três vezes por semana, cada uma com duas horas de duração, no mínimo. Devem ser oferecidas ao menos três modalidades diferentes.

Gianna Perim informou ainda que o programa está presente em 1,3 mil municípios de todo o país e já permitiu que mais de 1 milhão de crianças praticassem esportes a que antes não tinham acesso. Além disso, mediante uma parceria com o Ministério da Educação, cerca de 2 mil escolas públicas que participam do programa Mais Educação também oferecerão o Segundo Tempo, alcançando mais 360 mil participantes.

 

Agência Brasil.
Fonte Agência Brasil. 26/01/2010 ás 13h

Compartilhe

Programa Segundo Tempo terá R$ 200 milhões em 2010