Presidente de agência de pesquisa de Cingapura visita o MCTI

Fonte Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação 02/09/2014 às 10h
À frente de uma delegação de Cingapura, o presidente da Agência de Ciência, Tecnologia e Pesquisa (A*Star), Lim Chuan Poh, visitou o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) nesta segunda-feira (1º). Ele se reuniu com o coordenador-geral de Serviços Tecnológicos, Jorge Mario Campagnolo.

O grupo cingapurense veio ao Brasil em busca de oportunidades de colaboração científica e, especialmente, para intensificar o intercâmbio acadêmico entre os dois países. Poh abordou os programas Singa, que oferece bolsas de pós-graduação a estrangeiros; Sigpa, destinado a estudantes de graduação; e Arap, iniciativa que envolve institutos de pesquisa da A*Star.

Campagnolo apresentou à delegação asiática instrumentos brasileiros para apoiar atividades de pesquisa e desenvolvimento, como o Sistema Brasileiro de Tecnologia (Sibratec), a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) e o Plano Inova Empresa. Também nesta segunda, à tarde, os cingapurenses têm audiência marcada com o presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI), Glaucius Oliva.

Além de representantes da A*Star, integram a missão de Cingapura reitores e diretores das universidades Nacional de Cingapura (NUS), Tecnológica de Nanyang (NTU) e de Tecnologia e Design de Cingapura (SUTD).

Brasil e Cingapura não têm acordo básico de cooperação em ciência, tecnologia e inovação, mas apenas um memorando de entendimento de cooperação científica, assinado em novembro de 2008, durante visita oficial do primeiro-ministro da república do sul asiático, Lee Hsien Loong. O documento previa possibilidades de cooperação nas indústrias naval e petrolífera.

Embrapii e Sibratec

A Embrapii é uma organização social supervisionada pelo MCTI tendo o Ministério da Educação (MEC) como instituição interveniente. Sua missão é apoiar instituições de pesquisa tecnológica, em suas áreas de competência, para que executem projetos de desenvolvimento, pesquisa e inovação (PD&I), em cooperação com empresas do setor industrial. Tem ainda como sustentação a necessidade de maior articulação institucional entre os setores público e privado, de modo a complementar a atuação das agências de fomento existentes e as ações em curso, com vistas a uma maior colaboração na promoção à inovação.

O Sibratec tem a finalidade de apoiar o desenvolvimento tecnológico do setor empresarial nacional e as atividades de pesquisa e desenvolvimento (P&D) voltadas para a inovação em produtos e processos, em consonância com as prioridades das políticas industrial, tecnológica e de comércio exterior. Está organizado em três conjuntos de redes: Redes de Centros de Inovação, Redes de Serviços Tecnológicos e Redes de Extensão Tecnológica.


Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação
Fonte Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação 02/09/2014 ás 10h

Compartilhe

Presidente de agência de pesquisa de Cingapura visita o MCTI