Presidente colombiano diz que tratado com EUA será aprovado no primeiro semestre

Fonte 13/01/2010 às 9h

O presidente colombiano, Álvaro Uribe, anunciou hoje, junto ao subsecretário de Estado norte-americano, James Steinberg, que o governo daquele país poderá aprovar ainda no primeiro semestre de 2010 o Tratado de Livre Comércio (TLC) negociado por ambas nações.

Uribe falou em uma coletiva de imprensa conjunta, ocorrida após a reunião entre as duas autoridades. Durante a entrevista, Steinberg se mostrou satisfeito em relação a sua primeira visita à Colômbia, mas não fez comentários sobre nenhum tema da agenda bilateral.

O enviado dos Estados Unidos disse que o país sul-americano é "um sócio" de seu governo e que o relacionamento entre os dois "vai mais além", referindo-se a "aspectos econômicos, sociais e culturais".

Ele declarou que a nação de Barack Obama apoia "o esforço para construir a segurança democrática e buscar o bem-estar de todos os colombianos".

Steinberg e Uribe firmaram um Plano de Ação pela Igualdade Racial e Étnica que buscará o intercâmbio de boas práticas a fim de impulsionar as populações indígenas e afrocolombianas.

O subsecretário norte-americano e o presidente colombiano também visitaram um ponto turístico na cidade de Montería. Segundo a imprensa local, os dois viajariam ainda hoje à cidade de Cartagena.

Está previsto que Steinberg vá na quarta-feira à localidade de Tumaco, no extremo sul do país, antes de se dirigir à capital peruana, Lima -- de onde continuará seu giro pela América do Sul.

Mais cedo, o chanceler colombiano, Jaime Bermúdez, que esteve presente na reunião, afirmou que a assinatura do TLC terá um "significado político muito forte", além de efeitos comerciais e na luta contra o tráfico de drogas.

O TLC negociado com os Estados Unidos ainda precisa ser aprovado pelo Congresso norte-americano. A bancada democrata, porém, já fez várias reclamações em relação às implicações do acordo sobre o emprego e em protesto às violações aos direitos humanos de sindicalistas colombianos.

Fonte 13/01/2010 ás 9h

Compartilhe

Presidente colombiano diz que tratado com EUA será aprovado no primeiro semestre