Poupança da Caixa registra recorde de captação líquida em maio

Fonte Agência Brasil 02/06/2012 às 11h
Brasília - A poupança da Caixa Econômica Federal registrou captação líquida de R$ 2,6 bilhões em maio, equivalente a mais de três vezes o volume do mesmo mês do ano passado. O resultado é recorde em meses de maio, e no ano o saldo acumula R$ 5 bilhões, o que representa 62% do total absorvido pelo mercado, segundo dados do Banco Central, relativos a 28 de maio.

Para o vice-presidente de Pessoa Física da Caixa, Fábio Lenza, a captação líquida da poupança, registrada nos primeiros dias após as novas regras de remuneração, divulgadas no dia 3 de maio, pode ser atribuída, em parte, à forma positiva como a população recebeu a mudança. “Houve rápida compreensão da população de que a nova regra da poupança mantém a atratividade do produto, é favorável ao poupador e necessária ao país”.

Com a recente alteração da taxa Selic para 8,5% ao ano, a rentabilidade das novas cadernetas de poupança será 70% da Selic mais taxa referencial (TR). Continua ganhando em rentabilidade, por exemplo, dos fundos de renda fixa DI, com taxa de administração acima de 1% para prazo de até 12 meses, e dos certificados de depósitos bancários (CDBs) de varejo, que pagam abaixo de 91% do Certificado de Depósito Interbancário (CDI) para aplicação até seis meses.

“Isso ocorre porque a poupança é isenta de imposto de renda e não cobra taxa de administração dos clientes", e atrai por causa da simplicidade, liquidez e segurança inerentes à poupança, segundo Lenza.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 02/06/2012 ás 11h

Compartilhe

Poupança da Caixa registra recorde de captação líquida em maio