PF em Foz do Iguaçu quer reduzir criminalidade na tríplice fronteira

Fonte Agência Brasil. 07/01/2010 às 10h

Ao divulgar o balanço de suas realizações em 2009, a Polícia Federal em Foz do Iguaçu (PR) ressalta que vai intensificar este ano o trabalho para inibir a criminalidade na tríplice fronteira Brasil-Paraguai-Argentina. De acordo com o relatório, o Lago de Itaipu e o Rio Paraná continuarão sendo alvos de forte fiscalização para que não haja o transporte de mercadorias contrabandeadas provenientes do Paraguai.

Em 2009, a Polícia Federal, com o apoio de outros órgãos que atuam na fronteira, apreendeu 8,9 toneladas de maconha, 79,3 quilos de crack, 12,8 quilos de haxixe, 8,9 quilos de pasta-base e 305 quilos de cocaína.  Um total de 16 quilos de cocaína é proveniente de cápsulas ingeridas. Foram apreendidos também 1.297 frascos de lança-perfume.

A PF expediu 3.509 registros de armas de fogo e 68 armas foram entregues na Campanha do Desarmamento. Na fronteira, a  Polícia Federal  recebeu 325 pedidos de permanência, três de refúgio e 57 pedidos de naturalização. Foram feitos 3.239 passaportes e emitidos 3.284 documentos de viagem.

Agência Brasil.
Fonte Agência Brasil. 07/01/2010 ás 10h

Compartilhe

PF em Foz do Iguaçu quer reduzir criminalidade na tríplice fronteira