Pele bonita requer cuidados redobrados no inverno

Fonte Saúde em Pauta 14/07/2012 às 22h

 

Vento e banhos quentes e longos são fatores que contribuem para a desidratação


Com a chegada do inverno e temperaturas mais baixas, aumentam os questionamentos sobre os cuidados necessários com o corpo e principalmente, com a pele. Esta preocupação se deve ao fato de que os raios ultravioleta continuam a emitir efeitos nocivos e podem proporcionar sérios prejuízos e transtornos a saúde. A chegada desta época do ano exige uma série de cuidados para evitar ressecamentos e descamações.


O uso do protetor solar continua sendo essencial para se prevenir dos raios solares, mesmo durante os dias nublados e frios. De acordo com a Dra. Mariângela Ivanov, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, é um equívoco as pessoas deixarem de usar algum tipo de proteção. “No verão, a incidência solar é muito alta, mas no inverno ela também aparece, embora em menor densidade. O que muitos não sabem é que a ação dos raios ultravioleta do tipo B continua agindo diretamente na pele”.


Alguns fatores contribuem para a desidratação da pele nesta época do ano como o frio, a baixa umidade, o vento e banhos quentes e longos. O rosto, o pescoço e as mãos são as áreas do corpo mais atingidas e a solução para este problema está no uso de hidratantes. “São aconselhados o uso de cremes à base de Aloe Vera e Azuleno, pois concentram propriedades calmantes em sua fórmula e auxiliam a proteger e acalmar a região”, ressalta a dermatologista.


A exposição sem proteção também pode afetar a boca e os olhos e requer tratamentos especiais. Os lábios podem sofrer rachaduras e aumenta o risco de se contrair herpes labial. Para evitar e minimizar o número de pessoas com estas feridas é recomendável aplicar um protetor labial de hora em hora e cultivar a boca hidratada. No caso dos olhos, a utilização de óculos escuros ajuda a proteger a região.


Segundo a dermatologista, é preciso atenção e cuidado redobrado quando o alvo são as crianças, pois o risco de desidratação é maior do que entre os adultos. “A pele das crianças é bastante delicada e o fator de proteção indicado é o de número 50, devendo ser aplicado no mínimo três vezes por dia”, completa.

Saúde em Pauta
Fonte Saúde em Pauta 14/07/2012 ás 22h

Compartilhe

Pele bonita requer cuidados redobrados no inverno