Partido chileno nega acordo para formar oposição a futuro governo

Fonte Ansa Flash. 25/01/2010 às 11h

O Partido Regionalista Independente (PRI) do Chile negou que tenha se reunido com representantes do Partido Comunista (PCCH) para formar uma nova frente de oposição contra o próximo governo, como havia anunciado a liderança do PCCH.

Guillermo Teillier, presidente dos comunistas chilenos, convocou ontem uma aliança entre as frentes "democrática, progressista, de esquerda e de centro-esquerda" para fazer uma "ampla oposição" à futura presidência do Chile, do empresário Sebastián Piñera (de direita).

Teillier explicou que esta oposição agruparia "no Parlamento as forças da [aliança de centro-esquerda] Concertación e outras, como o PRI e independentes, o que lhe permitiria ter uma ampla maioria na Câmara dos Deputados e no Senado".

Contudo, segundo publicou a local Rádio Bío Bío, o senador Adolfo Zaldivar, que preside o PRI, negou qualquer tipo de contato e rejeitou firmar um acordo "sem sentido" como este. Ainda sem definir se permanecerá ao lado de alguma agrupação, os três senadores do PRI são considerados decisórios para a aprovação de projetos da nova administração.

A Concertación por la Democracia [que inclui os Partidos Democrata-Cristão, pela Democracia, Socialista e Radical] também se movimenta para unir-se às forças menores, o que pode lhe garantir a maioria absoluta no Senado.

Nas últimas eleições legislativas, de dezembro passado, a aliança governista conseguiu metade das 38 cadeiras da casa. Já na Câmara dos Deputados, a direita obteve 58 das 120 cadeiras.

Com a primeira sua derrota desde que chegou ao poder, com o fim da ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990), a aliança de centro-esquerda precisa agora se reorganizar frente à primeira gestão de direita em 20 anos.

A crise políticia que abalou a Concertación após o segundo turno das presidenciais, no último dia 17, já causou as renúncias dos comandos do Partido Democrata-Cristão e do Partido Socialista.

Ansa Flash.
Fonte Ansa Flash. 25/01/2010 ás 11h

Compartilhe

Partido chileno nega acordo para formar oposição a futuro governo