Paraguai compra armas da Colômbia para combater guerrilheiros

Fonte Ansa Flash. 15/01/2010 às 15h

O governo do Paraguai anunciou para hoje a chegada de 450 fuzis de origem israelense comprados da Colômbia. As armas serão usadas por forças oficiais para combater o Exército Popular Paraguaio (EPP), que atua no norte do país.

Os equipamentos foram enviados em caráter de urgência e deverão estar à disposição dos militares a partir de fevereiro, com o cumprimento de alguns trâmites burocráticos, disse o ministro do Interior, Rafael Filizzola.

Durante a semana, Filizzola já havia declarado que o "governo não vai descansar até que o último integrante do EPP seja capturado".

De acordo com a imprensa local, o armamento deve ser utilizado nas operações "Triângulo" e "Sombra", realizadas na região norte do país, em especial nos departamentos (estados) de San Pedro e Concepción.

O grupo armado mantém refém há mais de três meses o fazendeiro Fidel Zavala. No início da semana, o EPP obrigou a família do sequestrado a distribuir doações de carne bovina a comunidades carentes.

Outra exigência do grupo foi a retirada das forças oficiais enviadas à região norte, mas o governo garantiu que não irá ceder às pressões.

A oposição acusa o presidente Fernando Lugo de ser tolerante com as ações da guerrilha e insinuou que o mandatário manteria vínculos com o grupo, já que ele foi bispo católico em San Pedro antes de chegar ao poder. 

Ansa Flash.
Fonte Ansa Flash. 15/01/2010 ás 15h

Compartilhe

Paraguai compra armas da Colômbia para combater guerrilheiros