Papa se diz próximo de cristãos no Iraque

Fonte ANSA 03/09/2014 às 20h
Eles 'estão no coração da Igreja', diz Francisco

03 Setembro, 10:39•CIDADE DO VATICANO•EBA

(ANSA) - O papa Francisco voltou a expressar sua "proximidade" aos cristãos perseguidos no Iraque, a quem lhe disse que "estão no coração da Igreja", nesta quarta-feira (3) durante a audiência geral.

"A Igreja sofre com vocês e está orgulhosa de vocês, são a força e o testemunho concreto e autêntico de sua mensagem de salvação, de perdão e de amor", disse o Papa.

Ao anunciar "as boas vindas" aos peregrinos de língua árabe, "em especial aos vindos do Iraque", o Papa destacou que "a Igreja é mãe e como todas as mães sabe acompanhar o filho com necessidades, consolar o filho caído, curar o doente, buscar o perdido e sacudir o adormecido e também defender os filhos indefesos e perseguidos".

Nos últimos meses, o Papa tem feito fortes apelos de paz e de condenação contra a violência no Iraque, marcada por confrontos entre xiitas e sunitas, por ações do grupo Estado Islâmico (EI) e contra as perseguições aos cristãos.

Ainda hoje o Pontífice recordou os 75 anos do começo da Segunda Guerra Mundial e afirmou que o mundo precisa de paz.
http://www.papafrancesconewsapp.com/por/ (ANSA)
ANSA
Fonte ANSA 03/09/2014 ás 20h

Compartilhe

Papa se diz próximo de cristãos no Iraque