Papa aceita renúncia de bispo irlandês.

Fonte Ansa Flash. 17/12/2009 às 11h

Donald Brendan Murray, bispo de Limerick, é suspeito de ser um dos responsáveis pelo abafamento de mais de 300 denúncias de pedofilia envolvendo sacerdotes irlandeses

O papa Bento XVI aceitou a destituição do atual bispo de Limerick, Donald Brendan Murray, acusado de ter se envolvido no escândalo dos padres pedófilos da Irlanda na época em que era bispo auxiliar em Dublin.

Na semana passada, Bento XVI recebeu a visita de uma comissão da Conferência Episcopal Irlandesa que lhe entregou um relatório sobre as denúncias divulgadas no "Informe da Comissão Murphy", elaborado pela juíza Yvonne Murphy.

O relatório reúne provas da existência de um esquema para que o clero irlandês e autoridades da polícia encobrissem casos de abusos de menores durante mais de 40 anos. No total, a investigação envolve 320 acusações contra 46 sacerdotes irlandeses.

Na ocasião, o Papa se disse "chocado e angustiado" com as informações contidas no documento.

Murray, que fora a Roma há alguns dias para assinar sua renúncia, é suspeito de ser um dos responsáveis pelo abafamento das denúncias de pedofilia.

Ansa Flash.
Fonte Ansa Flash. 17/12/2009 ás 11h

Compartilhe

Papa aceita renúncia de bispo irlandês.