Operação contra o tráfico de drogas prende 23 pessoas na Cidade de Deus

Fonte Agência Brasil. 16/12/2009 às 11h

Vinte e três pessoas foram presas hoje (16) na Cidade de Deus, zona oeste da capital fluminense, durante a Operação Fórceps. No total, 160 policiais civis e militares participam da ação para combater o tráfico de drogas na comunidade, que há um ano recebeu a primeira Unidade de Polícia Pacificadora (UPP).

Segundo a polícia, entre os presos está Denair Martins Gonçalves da Silva, 68 anos, mãe de Ederson José Gonçalves Leite, conhecido como Sam. Apesar de estar preso na Penitenciária Gabriel Ferreira Castilho (Bangu 3), em Gericinó, ele continua no comando e na coordenação do tráfico na Cidade de Deus.

Kelly Cristina Pereira da Silva também foi presa. Ela seria responsável por levar as ordens de Sam à favela, além de trocar drogas com a comunidade da Chatuba, na Penha.

A Operação Fórceps é resultado das investigações realizadas pela UPP, com apoio do Ministério Público e da Polícia Civil, sobre a movimentação dos antigos chefes do tráfico no local. As investigações levaram o Ministério Público a pedir a prisão preventiva de 40 pessoas, das quais sete são da mesma família. A Justiça também concedeu 20 mandados de busca e apreensão, todos relacionados a integrantes da quadrilha de Sam.

De acordo com a Secretaria de Segurança, entre novembro de 2008 e novembro de 2009, os homicídios na Cidade de Deus caíram de 34 para seis, na comparação com o período anterior. Os autos de resistência (mortes em supostos confrontos com a polícia) caíram de 20 para dois, e o número de prisões subiu de 58 para 185.

 

Agência Brasil.
Fonte Agência Brasil. 16/12/2009 ás 11h

Compartilhe

Operação contra o tráfico de drogas prende 23 pessoas na Cidade de Deus