OAB-DF entra com pedido de cassação de deputados distritais

Fonte Agência Brasil. 14/12/2009 às 15h

 A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seção DF, entra hoje (14) com pedido de cassação, na Câmara Legislativa, dos deputados citados na Operação Caixa de Pandora, deflagrada em 27 de novembro pela Polícia Federal.


Segundo nota da OAB-DF, o documento vai incluir também pedido para que os deputados sejam impedidos de votar no processo de impeachment do governador José Roberto Arruda, mesmo que não tenham seus mandatos cassados.


O governador é acusado de comandar um suposto esquema de pagamento de propina a políticos aliados. O presidente licenciado da Câmara, deputado Leonardo Prudente, aparece em vídeo divulgado pela PF colocando dinheiro nos bolsos e nas meias.

Os outros distritais citados na operação da PF são Junior Brunelli (PSC), a líder do governo na Casa, Eurides Brito (PMDB) - que aparecem também em vídeo recebendo dinheiro -, Rogério Ulysses (PSB), Airton Gomes (PMN), Benício Tavares (PMDB), Rôney Nemer (PMDB) e os suplentes Pedro do Ovo (PRB) e Berinaldo Pontes (PP).
 

Agência Brasil.
Fonte Agência Brasil. 14/12/2009 ás 15h

Compartilhe

OAB-DF entra com pedido de cassação de deputados distritais