O business inicia já na maneira de se vestir

Fonte WH Comunicação 11/04/2015 às 21h

 Alice Schuch revela à mulher o ponto de partida para o caminho da liderança 


A roupa reforça o estilo da inteligência pessoal. A ênfase é da pesquisadora e palestrante no universo feminino, Alice Schuch, ao citar os pontos vencedores para a mulher executiva. “O vestuário adequado para cada ocasião é item de partida para se reconhecer uma verdadeira líder”, diz.

A palestrante ilustra: “há algum tempo realizamos um workshop denominado ´Liderança Feminina em Ação'. Em uma das atividades, um participante seria o vendedor e o outro o comprador. Um dos casais negociadores era formado por uma jovem grande líder e por um rapaz com um potencial muito menor em todos os sentidos. Ela logo mostrou sua desenvoltura e tudo parecia conspirar para dar-lhe a vitória. De repente ela começou a confundir-se, perder força e foco. Ele dominou a situação e a venceu. Sabem o que aconteceu? Ela usava uma miniblusa que deixava transparecer uma estreita faixa de pele na região da cintura. O negócio estava ganho quando o rapaz competidor deu início a um jogo de sedução, olhando insistentemente para a região descoberta. Ela, perdendo o controle da situação, perdeu também o negócio”.

A respeito da psicologia do líder, o fundador da Ciência Ontopsicológica, professor Antonio Meneghetti, explica em literatura que quando dois líderes se apresentam, cada um olha para o outro e examina também o modo como se veste. “Tudo serve para verificar se aquele que tem defronte é pessoa inteligente, honesta, que mantém aquilo prometido e é garantia do negócio que se quer realizar”. Líder, segundo ele, “é aquele que sabe servir, que sabe fazer funcionar a harmonia das relações para que exista o máximo de progresso específico ou resultado integral”.

De acordo com essa visão, Alice Schuch agrega que atentar para o cultivo da própria personalidade, para o modo de falar e para o próprio modo de vestir é essencial em toda a negociação. “Além do cuidado com o traje, no caso em que uma mulher pretenda crescer como inteligência, ascender a cargos de comando e neles se manter, não deve-se aceitar propostas de proteção ou de caráter erótico, que vão do simples olhar a jantares, presentes, gentilezas, insinuações ou pequenos gestos”, completa.

 
WH Comunicação
Fonte WH Comunicação 11/04/2015 ás 21h

Compartilhe

O business inicia já na maneira de se vestir