Nos próximos dias, papa deve designar novos assessores

Fonte Agência Brasil/EBC 15/03/2013 às 8h

Vaticano – O papa Francisco deve promover mudanças na cúpula da Igreja Católica Apostólica Romana nos próximos dias, nomeando para os cargos de confianças novos cardeais. O porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, disse que as mudanças são normais, mas não há prazos para serem executadas.

Francisco poderá mudar o secretário de Estado, que atualmente é o cardeal Tarcisio Bertone. O papa também deverá nomear novos responsáveis pelas congregações. "Ele tem a liberdade de fazer eventualmente alguns remanejamentos”, disse o porta-voz. “[Normalmente] o papa toma essas decisões nos primeiros dias [após sua eleição]”, acrescentou.

A Cúria Romana – o equivalente à cúpula política do Vaticano - é formada pelo papa, que é o chefe de Estado. Além dele, há o secretário de Estado, cujo cargo corresponde ao de primeiro-ministro. O Vaticano tem embaixadores e representantes no exterior.

O Vaticano também publica um jornal oficial, o L'Osservatore Romano, tem uma estação de rádio e um sistema de segurança próprio, que é a Guarda Suíça Pontifícia, além de emitir selos e passaportes. A organização política do Vaticano inclui ainda uma Corte Parlamentar, congregações e prefeitos.

Na véspera de sua renúncia, que ocorreu no último dia 28, o papa emérito Bento XVI pediu uma “verdadeira renovação” na Igreja. Para especialistas, o apelo do papa foi uma reação à insatisfação com as divergências internas na Igreja, inclusive com assessores próximos.

Agência Brasil/EBC
Fonte Agência Brasil/EBC 15/03/2013 ás 8h

Compartilhe

Nos próximos dias, papa deve designar novos assessores