Nordeste tem o maior número de novas adesões do país na Obmep

Fonte Ascom do MCTI 07/06/2012 às 20h

A região Nordeste apresenta 640 escolas que participam pela primeira vez da Obmep 2012, a maior adesão do país. O destaque é para o estado do Maranhão, onde 226 estabelecimentos estréiam no evento. Outro destaque é a Bahia, em que 114 escolas se cadastraram este ano, seguida do Ceará (99), Piauí (62), Pernambuco e Alagoas (43), Paraíba (31), Rio Grande do Norte (16) e Sergipe (6).

Aprimeira prova objetiva foi realizada na ultima terça-feira em todo o país. Mais de seis milhões de estudantes (6.085.490) de 6.219 escolas de 449 municípios participam do evento neste ano. A Bahia é o terceiro estado do país em número de inscrições, com mais de 1 milhão de participantes (1.679.942), atrás de São Paulo (3.711.513) e Minas Gerais (2.017.608).

Desempenho

Pernambuco foi campeão em número de medalhistas na região Nordeste em 2011, quando conquistou 90 medalhas (20 de ouro, 27 de prata e 43 de bronze), número que é praticamente o dobro da primeira edição, em 2005, que teve 46 medalhas.

Em segundo lugar, a Bahia obteve 83 medalhas (13 de ouro, 18 de prata e 52 bronze); o Ceará com 78 medalhas (21 de ouro, 22 de prata e 35 bronze); o Rio Grande do Norte ficou com 48 medalhas (4 de ouro, 13 de prata e 31 de bronze); o Piauí ganhou 37 medalhas (7 de ouro, 8 de prata e 22 de bronze); Alagoas, registrou 30 medalhas (4 de ouro e 3 de prata); Maranhão ficou com 29 medalhas (1 de ouro, 11de prata e 17 de bronze), Paraíba abocanhou 25 medalhas (4 de ouro, 5 de prata e 16 de bronze), enquanto Sergipe teve 20 medalhas (3 de ouro e 17 de bronze).

Obmep

Criada com o objetivo de estimular o estudo da matemática entre alunos e professores de todo o país, a Obmep é promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e pelo Ministério da Educação (MEC), sendo realizada pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa), com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM). Participam alunos de 6º ao 9º ano do ensino fundamental e estudantes do ensino médio de escolas públicas municipais, estaduais e federais, que concorrem a prêmios de acordo com a classificação nas provas. Os alunos classificados nas duas fases de provas (objetiva e discursiva) recebem medalhas de ouro, prata e bronze e ainda têm a oportunidade de participar de programas de iniciação científica e de mestrado.

Ascom do MCTI
Fonte Ascom do MCTI 07/06/2012 ás 20h

Compartilhe

Nordeste tem o maior número de novas adesões do país na Obmep