Nível do rio Negro cai pelo quarto dia consecutivo

Fonte :Ascom/ANA 05/06/2012 às 22h
Depois de o nível do rio Negro bater o recorde histórico em 28 de maio, com a marca de 29,97m, a situação começa a melhorar em Manaus. Entre os dias 29 do mês passado e 1º de junho, a cota se manteve estável no nível recorde – o maior desde o início das medições na capital amazonense em 1902. Do último dia 2 até o dia 4, o Negro vem caindo 1cm por dia. Nesta terça-feira, a queda foi um pouco maior e o rio chegou a 29,92m.
Antes da cheia de 2012, o recorde anterior do rio ocorreu em 2009, quando chegou a 29,77m – marca superada em 1cm no dia 16 de maio. O Serviço Geológico do Brasil (CPRM) estima que o pico da cheia, que ocorre geralmente em junho, chegue – no máximo – a 30,27m.
A Agência Nacional de Águas (ANA), por meio de sua Sala de Situação, acompanha as tendências hidrológicas dos principais rios e reservatórios nacionais, desenvolvendo ações de prevenção que permitem identificar possíveis ocorrências de eventos críticos e adotar antecipadamente medidas mitigadoras de seus impactos. Para isso, a instituição trabalha em articulação com instituições parceiras, como é o caso do CPRM.
Mais informações sobre o Negro em Manaus e sobre outras estações fluviométricas podem ser obtidas em www.ana.gov.br/telemetria e na Sala de Situação.
:Ascom/ANA
Fonte :Ascom/ANA 05/06/2012 ás 22h

Compartilhe

Nível do rio Negro cai pelo quarto dia consecutivo