O seu canal de notícias do Brasil e do Mundo.

      

NBB - Brio joseense

Fonte Liga Nacional de Basquete 15/03/2013 às 9h

 

São José supera os desfalques, é liderado por Andre Laws na prorrogação e vence o Minas, em casa

Foi um confronto eletrizante. A equipe do São José/Unimed testou a situação cardíaca dos torcedores presentes no Ginásio Lineu de Moura e, na prorrogação, derrotou o Icatu/Minas, por 95 a 93. O técnico Régis Marrelli não contou com Fúlvio, suspenso por incidente contra o próprio Minas, no primeiro turno, Deivisson e Chico, que se recuperam de contusão.

Com o resultado, a Águia do Vale chegaram a 17 vitórias em 28 confrontos (60,7% de aproveitamento) e se manteve na 7ª colocação na tabela de classificação.

Apenas os cinco titulares pontuaram na partida, mas com destaque para Andre Laws, responsável por 25 pontos e cinco assistências. O substituto de Fúlvio na armação da equipe, Luiz Felipe não decepcionou e foi um dos melhores em quadra. O camisa 9 registrou 23 pontos e distribuiu cinco assistências.

O garrafão joseense foi um bom trunfo para a equipe. O pivô Murilo anotou 17 pontos e pegou oito rebotes, contra seu ex-time, o Minas. Já o ala/pivô Jefferson William conseguiu um duplo-duplo de 16 pontos e dez rebotes.

Muita disputa no começo do confronto. O São José baseou suas ações em quadra no pivô Murilo, autor de nove pontos, que fez com que os joseenses abrissem 17 a 11. Mas o Minas não se abalou, e sob o comando de Betinho, que acordou no meio no primeiro quarto, o time minastenista levou a melhor na etapa inicial por 23 a 20.

Empurrado por sua torcida, os donos da casa fizeram 6 a 0 logo no início da segunda parcial, virando novamente o placar (26 a 23). O Minas esboçou uma reação novamente, mas não foi eficiente, pois o São José tinha Andre Laws. O ala norte-americano foi essencial para os joseenses, e com oito pontos, ajudou sua equipe a encerrar a primeira metade do confronto com 10 pontos de vantagem (45 a 35).

Na volta dos vestiários, o time do Vale do Paraíba chegou a abrir 15 pontos (52 a 37). Porém, o Minas não se abalou, e com uma sequência impressionante, diminuíram a diferença para dois pontos ao final da terceira etapa (64 a 62).

De forma impressionante, os mineiros não só viraram o jogo, como abriram quatro pontos (68 a 64). O São José não desistiu da partida e retomou a liderança do placar (75 a 72). Com 30 segundos restantes, a vantagem era dos donos da casa, por 78 a 76. Porém, Douglas Nunes converteu uma bola de 3 pontos, com 5 segundos, fez com que o Minas reduzisse para apenas um ponto (80 a 79). Os lances livres certeiros de Murilo garantiram parcialmente a vitória joseense (82 a 79). Isso, parcialmente. Pois o norte-americano Beal converteu um tiro de 3 pontos milagroso que empatou a partida e levou o jogo para a prorrogação (82 a 82).

O tempo extra foi eletrizante. Na hora decisiva, o norte-americano Andre Laws cresceu de produção e anotou oito pontos, mais do que essenciais para a vitória joseense por 95 a 93.

Liga Nacional de Basquete
Fonte Liga Nacional de Basquete 15/03/2013 ás 9h

Compartilhe

NBB - Brio joseense