Nasce o Instituto Global para Tecnologias Verdes e Emprego

Fonte Ascom - MMA 04/06/2012 às 22h
A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, participou da inauguração do Instituto Global para Tecnologias Verdes e Emprego, órgão do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia (Coppe), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O evento aconteceu na tarde desta segunda-feira (04/06), na Ilha do Fundão, no Rio de Janeiro.

O objetivo do recém-criado instituto é ser fonte de subsídio técnico para o governo brasileiro e os programas das Nações Unidas, em questões relacionadas às mudanças climáticas e ao aquecimento global. "O papel da ciência no processo geopolítico de desenvolvimento é fundamental", afirmou a ministra. "A Coppe dialoga com os principais centros de pesquisa do mundo".

ECONOMIA VERDE

Após o lançamento oficial, os participantes foram conhecer o prédio onde funcionarão as atividades de pesquisa e extensão do instituto a bordo de um ônibus híbrido de hidrogênio e tração elétrica. O veículo é um protótipo fabricado pela UFRJ, 50% mais barato do que o similar europeu. Será lançado no dia 13 de junho, durante a abertura da Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável (Rio+20). É silencioso e não emite gases poluentes, apenas vapor d´água.

Durante a Rio+20, a ministra do Meio Ambiente afirmou que serão cobradas ações concretas de todos os países participantes. Enquanto na Eco-92, 20 anos atrás, em evento similar, foram formuladas as premissas do desenvolvimento sustentável, este ano serão elaboradas as formas de colocar em prática essas premissas. "Ou impomos esses princípios à economia ou não teremos um desenvolvimento sustentável", destacou a ministra, afirmando que o setor produtivo terá papel fundamental na conferência deste ano.

Ascom - MMA
Fonte Ascom - MMA 04/06/2012 ás 22h

Compartilhe

Nasce o Instituto Global para Tecnologias Verdes e Emprego