Na Febrace, Raupp destaca importância do conhecimento e da formação

Fonte Ascom do MCTI 17/03/2013 às 9h

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação Marco Antonio Raupp, participou da cerimônia de premiação da 11ª Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace) na tarde da sexta-feira (15), em São Paulo. Ele defendeu a centralidade do conhecimento e destacou as iniciativas do governo federal para a qualificação dos jovens.

 

Para uma plateia de alunos, professores e cientistas, o titular do MCTI comentou sobre a realização de eventos que incentivem os estudos das ciências, das tecnologias e das engenharias no país.

“É fundamental a geração de conhecimento e é isso que nossos jovens estão demonstrando em feiras e eventos como este”, disse. “E é por ser fundamental que o governo vem se preocupando cada vez mais com o aperfeiçoamento desses jovens. Além de diversos programas de incentivos nacionais, estamos obtendo grandes resultados em programas internacionais, como o Ciência Sem Fronteiras.”

O ministro também reforçou a importância da geração e aplicação das ciências para o bem da sociedade brasileira. “Conhecimento, hoje, é o elemento mais importante na competição entre as nações. Elas, naturalmente, competem no mundo por posições de liderança, pelo desenvolvimento, pela sua modernização. E investem cada vez mais intensamente na questão do desenvolvimento do conhecimento das suas mais variadas manifestações e na utilização deste conhecimento na sua produção econômica e na criação de instrumentos para criar o bem-estar da vida”, concluiu.

Raupp entregou o prêmio de professor destaque para Fernando Nunes de Vasconcelos. Também foi homenageado pela participação em programas de incentivo. O prêmio especial foi entregue ao ministro pelo estudante de engenharia mecânica Lucas Ribeiro, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Lucas foi finalista da Febrace em 2010 e 2011 e representou a delegação brasileira na Feira Internacional de Ciências e Engenharia da Intel (Intel Isef) em 2011.

O evento de hoje foi realizado na Tenda de Eventos Febrace, instalada na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP).

Sobre a Febrace

A Feira Brasileira de Ciências e Engenharia reúne anualmente uma grande mostra de projetos, frutos da criatividade e da reflexão de estudantes da educação básica. Neste ano foram 330 projetos finalistas.

Avaliados por uma comissão julgadora, os melhores trabalhos poderão render a seus autores prêmios e convites para representar o Brasil na Intel Isef, em Phoenix, Arizona, nos Estados Unidos.

A Febrace é promovida pelo Laboratório de Sistemas Integráveis (LSI) da Escola Politécnica da USP e tem o MCTI, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI), o Ministério da Educação (MEC) e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC) entre as instituições apoiadoras.

 

 

Ascom do MCTI
Fonte Ascom do MCTI 17/03/2013 ás 9h

Compartilhe

Na Febrace, Raupp destaca importância do conhecimento e da formação