Mundial de Judô: Sarah Menezes e Felipe Kitadai caem na estreia

Fonte Brasil 2016 25/08/2014 às 10h
Medalhistas olímpicos em Londres 2012 não passam da primeira luta em Chelyabinsk

O primeiro dia do Mundial de Judô, em Chelyabinsk, na Rússia, não foi bom para o Brasil. Os medalhistas olímpicos nos Jogos de Londres 2012 Sarah Menezes e Felipe Kitadai perderam logo em suas primeiras lutas e não conseguiram chegar ao pódio.

Campeã olímpica em 2012 e dona de três bronzes nas últimas edições do Mundial da modalidade, Sarah Menezes era uma das favoritas a um lugar no pódio na categoria até 48 kg. Mas logo na primeira luta, contra a francesa Amandine Buchard, de apenas 19 anos, o sonho de mais uma medalha terminou.

Com um yuko logo no começo da luta, a francesa conseguiu segurar a vantagem até o fim dos quatro minutos, assegurando a vaga na próxima fase. No fim, Buchard ficou com a medalha de bronze. A campeã mundial foi a japonesa Ami Kondo, enquanto a prata ficou com a argentina Paula Pareto.

"Procurei dar o meu máximo. Depois da pontuação dela, eu fui pra cima, busquei a luta, mas nessas situações o tempo passa muito rápido. Por isso, pela forma como lutei, não estou tão abalada com essa derrota. Não consegui meu objetivo que era ser campeã mundial pela primeira vez mas vou continuar treinando com o foco em 2016", comentou a judoca.

Entre os homens, Felipe Kitadai, bronze em Londres 2012, entrou no tatame para lutar na categoria até 60 kg. Assim como Sarah, o brasileiro também foi derrotado logo na estreia. Felipe já perdia por um yuko quando levou um ippon do uzbeque Diyorbek Urozboev, adversário que ele havia derrotado há pouco mais de um mês, no Grand Slam de Tyumen. Na mesma categoria, Eric Takabatake também lutou. Ele chegou a vencer as duas primeiras lutas, mas parou diante do russo Beslan Mudranov, medalha de prata no Mundial. O campeão foi o mongol Boldbaatar Ganbat.
» Mundial da Rússia será um “grande laboratório” para atletas e equipe multidisciplinar

"Minha frustração é grande porque me preparei muito. Acho que nunca treinei tanto. Não consegui parar para identificar o erro ainda mas acredito que foi mais mérito do adversário do que erro meu”, disse Kitadai. “O fracasso é bom porque te dá uma chance de melhorar, te aponta os erros de uma forma dolorosa e foi assim que aconteceu para mim."

Nesta terça-feira (26.08), o Mundial da Rússia terá a disputa por medalhas na categoria até 52 kg no feminino e até 66 kg no masculino. O Brasil terá Erika Miranda e Charles Chibana como representantes. Chibana estreia contra o armênio David Ghazaryan, enquanto Erika aguarda a vencedora do duelo entre Gulbadam Babamuratova, do Turcomenistão, e Nesria Jlassi, da Turquia.
Brasil 2016
Fonte Brasil 2016 25/08/2014 ás 10h

Compartilhe

Mundial de Judô: Sarah Menezes e Felipe Kitadai caem na estreia