Ministro espanhol desmente que país vá pedir ajuda internacional

Fonte Agência Brasil 06/06/2012 às 11h

Brasília – O governo da Espanha negou hoje (6) que pedirá ajuda internacional para controlar os impactos da crise econômica no país. O ministro da Economia da Espanha, Luis de Guindos, disse que até o fim deste mês não há previsão de o governo tomar decisões sobre pedidos de empréstimos.

A iniciativa é uma tentativa de Guindos de atenuar uma série de boatos de que a Espanha se prepara para pedir um pacote de ajuda internacional, a exemplo do que ocorreu com a Grécia, Portugal e a Irlanda.

Uma auditoria do Fundo Monetário Internacional (FMI) nos bancos espanhóis será concluída na próxima semana. De acordo com analistas econômicos, um relatório independente será produzido em duas semanas. Analistas temem que a Espanha venha precisar de mais dinheiro, pois o tamanho da sua economia é muito maior. Paralelamente, a União Europeia analisa a hipótese de conceder um empréstimo aos bancos espanhóis por meio do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira.

Para Volker Kauder, líder do partido CDU da Alemanha, legenda da chanceler Angela Merkel, não há possibilidades de concessão de uma ajuda nesses moldes à Espanha.

*Com informações da BBC Brasil e da agência pública de notícias de Portugal, Lusa

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 06/06/2012 ás 11h

Compartilhe

Ministro espanhol desmente que país vá pedir ajuda internacional