Ministro do Esporte confere avanços nas obras da Arena Pernambuco

Fonte Ascom – Ministério do Esporte 04/06/2012 às 15h
Confirmada pela FIFA na última semana como uma das sedes da Copa das Confederações (confira a tabela), em 2013, a Arena Pernambuco recebeu na manhã desta segunda-feira (04.06) a visita do ministro do Esporte, Aldo Rebelo. Ele fez um sobrevoo sobre o estádio que receberá três jogos em 2013 e outras cinco partidas na Copa do Mundo de 2014. Em seguida, caminhou pelo canteiro e conferiu o andamento trabalho, que completou 39% de conclusão no fim de abril e, segundo estimativas das autoridades locais, deve fechar junho com 50% da execução finalizada.

"As obras em Pernambuco caminham satisfatoriamente. Claro que a chancela e a comprovação do andamento é a confirmação pela própria FIFA da arena para a Copa das Confederações", disse Aldo Rebelo. "O secretário estadual da Copa, Ricardo Leitão, já nos fez um relato circunstanciado das obras em Pernambuco: mobilidade urbana, estádio, aquelas que deverão estar prontas para Copa das Confederações e Copa do Mundo. Os engenheiros me tiraram dúvidas sobre prazos, fornecedores, cronograma. Ficou clara a competência com que tem sido conduzido o projeto", afirmou o ministro. "Comparando com a última vez que vim a Pernambuco, a parte norte da arena já está mais avançada e a parte sul, avançando". A previsão é que o empreendimento seja entregue em fevereiro de 2013.

Segundo Ricardo Leitão, metade da cobertura do estádio já embarcou da Espanha, onde está sendo construída, e a estimativa é que em setembro tenha início o processo de instalação. Há, segundo ele, 14 obras no estado previstas para a Copa das Confederações. "Uma já foi entregue, que é o terminal de passageiros do aeroporto. As outras indispensáveis ficarão prontas até fevereiro de 2013. Esse conjunto representa investimento de mais de R$ 722 milhões. Nesse contexto, há a duplicação da BR-408, a ser concluída no fim de junho, no trecho que passa em frente à arena e liga o estádio ao centro da cidade. A estação de metrô no norte da Cidade da Copa também é vital, já que queremos priorizar o transporte metroviário para os torcedores. O ramal Cidade da Copa, que inclui uma ponte sobre o Rio Capibaribe e liga a estação de metro à arena, também está entre as obras mais importantes. E não há problemas legais, ambientais ou financeiros. É só `tocar o pau na obra`, como dizem os engenheiros", completou.

O ministro do Esporte reforçou que os investimentos em mobilidade urbana, assim como em infraestrutura e tecnologia de comunicações, estão entre os principais legados do evento. "A mobilidade não é uma preocupação apenas para a Copa, mas para o Brasil inteiro de hoje. São obras para as nossas metrópoles, com utilidade para a Copa. E a Copa gera emprego não apenas na construção civil. Com todos os jornalistas que vão estar aqui, como é que vamos ter segurança na transmissão de dados, de informações? Por isso o governo tem todo o investimento pronto. Em todas as cidades haverá 4G e banda larga. Isso será um outro legado", comentou Aldo Rebelo.


Ascom – Ministério do Esporte
Fonte Ascom – Ministério do Esporte 04/06/2012 ás 15h

Compartilhe

Ministro do Esporte confere avanços nas obras da Arena Pernambuco