Ministério participa no Rio de seminário sobre esporte de alta competição

Fonte Ascom – Ministério do Esporte 06/06/2012 às 18h

Ministério participa no Rio de seminário sobre esporte de alta competição

O secretário nacional de Esporte de Alto Rendimento do Ministério do Esporte, Ricardo Leyser, fez nesta quarta-feira (06.06), no Rio de Janeiro, a palestra de abertura do Seminário Atletas de Alta Competição, organizado pelo Grupo Ejesa, que publica os jornais Brasil Econômico, Marca Brasil e O Dia. Leyser comandou o painel “Políticas de Incentivo ao Esporte de Alta Competição”, em que comentou a deliberação da 3ª Conferência Nacional do Esporte, de junho de 2010, Por Um Time Chamado Brasil: 10 pontos em 10 anos para projetar o Brasil entre os 10 mais, que norteia o objetivo de transformar o Brasil em potência esportiva a partir dos Jogos Olímpicos de 2016 no Rio.

Ele lembrou de dificuldades que o esporte brasileiro vive há anos, como a contradição entre gestão privada e financiamento público e a inexistência de um sistema nacional que articule a União, os estados, municípios, os Comitês Olímpico e Paralímpico, confederações, federações e clubes. Na opinião do secretário, isso provoca dispersão ou desarticulação de projetos, subaproveitamento de recursos, dificuldade para identificar e desenvolver atletas, ausência de avaliação de resultados e problemas de gestão e de governança.

“Mas esse diagnóstico levou governo e entidades a trabalharem numa série de medidas conjuntas para mudar essa situação e atingir outro patamar de organização e desempenho do esporte do país visando aos Jogos Olímpicos de 2012 e principalmente de 2016”, disse. Ele citou como exemplo de busca de soluções a aprovação da lei 12.395/2011, que constitui a Rede Nacional de Treinamento, cria o Programa Cidade Esportiva, aprimora o Programa Bolsa-Atleta, cria o Programa Atleta Pódio e estabelece contratos de desempenho para entidades que pleiteiem obtenção de recursos públicos.

Leyser também lembrou a criação da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem, um dos compromissos do Brasil para realizar os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016. Citou ainda a maior aproximação e interação do ministério com as entidades nos últimos anos como uma vantagem para definição de planos conjuntos. Ele finalizou elencando as principais ações da pasta para atingir a meta de Brasil potência, como apoio à manutenção de seleções, incremento do programa Bolsa-Atleta e investimentos na construção e recuperação de instalações esportivas.

Após a palestra do secretário, o evento teve continuidade com a participação de José Carlos Brunoro, diretor executivo do Time Audax, Afonso Celso Garcia Reis, médico e ex-jogador de futebol, Daniela Genovesi, campeã mundial de ciclismo de ultradistância, Djan Madruga, nadador e ex-secretário do Ministério do Esporte, Marcus Vinicius Freire, superintendente executivo de Esportes do COB, João Zwetsch, técnico da equipe de tênis do Brasil na Taça Davis, e Ricardo Prado, do Comitê Rio 2016.


Ascom – Ministério do Esporte
Fonte Ascom – Ministério do Esporte 06/06/2012 ás 18h

Compartilhe

Ministério participa no Rio de seminário sobre esporte de alta competição