Método de recuperar área ambiental degradada é apresentado a militares americanos

Fonte Agência Brasília 29/08/2014 às 19h
Projeto desenvolvido pela Terracap e Caesb já recuperou um terreno equivalente a 83 campos de futebol



BRASÍLIA (29/8/14) – A Caesb e a Terracap apresentaram ao exército dos Estados Unidos, na manhã desta sexta-feira (29), os resultados do processo de recuperação ambiental da área degradada atrás da antiga Rodoferroviária. O evento faz parte de um intercâmbio sobre práticas de engenharia sustentáveis entre os Exércitos do Brasil e dos EUA.



A operação foi iniciada pela Caesb em outubro de 2012, com a utilização de lodo sólido. Esse material é um subproduto do tratamento de esgoto da região central de Brasília, reaproveitado com o intuito de incorporar matéria orgânica ao solo degradado, para que este recupere sua capacidade de reter água. Até o momento, 45% (82,6 hectares – equivalente a quase 83 campos de futebol) da área total foi recuperada.



Segundo o superintendente de Operação e Tratamento de Esgotos, Carlos Eduardo Borges, "a aplicação do lodo é extremamente importante para iniciar a formação de um novo solo sobre o substrato degradado, fornecendo matéria orgânica e nutrientes necessários para devolver à terra a sua fertilidade e, assim, permitir a recuperação ambiental de uma área que há mais de quatro décadas encontra-se degradada."



Além da disposição do lodo, a Terracap plantou 265 mil mudas de plantas típicas do Cerrado. "O plantio deve continuar no ano que vem. E os cuidados continuam posteriormente, com o manejo florestal. A expectativa é de que o trabalho todo dure cinco anos", explicou o gerente de Meio Ambiente da Terracap, Felipe Longhi.



A previsão é aplicar até 95 mil m3 de adubo orgânico provenientes das estações de tratamento de esgoto e, ainda, terra das escavações do Setor Noroeste. A recuperação foi dividida em três fases: recomposição topográfica, sob responsabilidade da Terracap; disposição e revolvimento do adubo pela Caesb; cobertura vegetal com leguminosas e mudas nativas do Cerrado.



Já foram aplicados mais de 59.000 m³ de lodo no solo da área desde 2012, proporcionando ganhos visíveis em termos de recuperação de superfícies degradadas, diminuição de solo exposto e retorno de animais silvestres à área.



O projeto conta também com o apoio da Caesb em pesquisas realizadas nas áreas de agronomia, geotecnia, fitopatologia e ecologia com pesquisadores da UnB.



PARCERIA – O objetivo da apresentação dos resultados é mostrar o sucesso do trabalho desenvolvido para o exército americano, que se mostrou interessado no tema. O evento incluiu também a atividade de plantio simbólico de mudas e uma demonstração de disposição do lodo no solo.
Agência Brasília
Fonte Agência Brasília 29/08/2014 ás 19h

Compartilhe

Método de recuperar área ambiental degradada é apresentado a militares americanos