Matteo Renzi quer 'pacto pela educação' no país

Fonte ANSA 02/09/2014 às 9h
Premier diz que não quer 'enésima reforma' no setor

02 Setembro, 08:58•ROMA•ZGT

(ANSA) - O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, disse hoje (02) que "não quer a enésima reforma" no sistema educacional do país, mas sim um "novo pacto pela educação". Segundo o premier, amanhã (03) ele apresentará seu plano para a reforma do setor.



Em nota, Renzi afirmou que "colocaremos mais dinheiro [nas escolas], mas faremos revisões frequentes: porque educar nunca será um gasto, mas desperdício é inaceitável nos setores-chave", falou o líder do governo.



O "novo pacto pela educação" conterá "algumas ideias de mérito para fazer com que a escola seja sempre mais um instrumento de crescimento para o jovem cidadão e também para o país".



Renzi também afirmou que "entre os dias 15 de setembro e 15 de novembro escutaremos todos, a começar pelos estudantes que para nós são protagonistas e não espectadores". A ideia do premier é de que o novo pacto esteja em vigor "em janeiro". (ANSA)
ANSA
Fonte ANSA 02/09/2014 ás 9h

Compartilhe

Matteo Renzi quer 'pacto pela educação' no país