Marinha terá 3.200 homens e 30 embarcações para controle da área marítima durante a Rio+20

Fonte Agência Brasil 05/06/2012 às 22h

Rio de Janeiro - Uma corveta da Esquadra brasileira, equipada com helicóptero, além de um navio patrulha e embarcações de menor porte iniciaram hoje (5) o patrulhamento no mar, no Rio de Janeiro, dentro do esquema de segurança montado para a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, prevista para começar no próximo dia 13.

Segundo nota divulgada esta noite pelo comando do 1º Distrito Naval, o deslocamento dos navios marca o início das ações de segurança que serão feitas na Rio+20 pela Marinha do Brasil até o dia 29 deste mês, em uma ação integrada com o Comando Militar do Leste, o 3º Comando Aéreo Regional e instituições de segurança pública federal, estadual e municipal.

Cerca de 3.200 homens da Marinha estarão envolvidos na operação, dos quais 2.200 são fuzileiros navais, que irão garantir, em terra, a segurança das autoridades e delegações ao longo dos itinerários e nos locais sob responsabilidade da Marinha.

De acordo com a nota, “serão empregados, no mar, duas fragatas, uma corveta, um rebocador de alto-mar, quatro navios patrulha, dois avisos de instrução, dois avisos de patrulha, quatro lanchas de apoio ao ensino e patrulha e 14 embarcações pneumáticas”. O esquema de segurança prevê, ainda, a utilização de seis helicópteros.

 

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 05/06/2012 ás 22h

Compartilhe

Marinha terá 3.200 homens e 30 embarcações para controle da área marítima durante a Rio+20