Klabin participou de evento que discutiu estratégias para a proteção do planalto catarinense

Fonte Grupo Máquina PR 29/08/2014 às 20h
A Klabin foi uma das empresas palestrantes no seminário “Estratégias para a ampliação de áreas naturais protegidas no planalto catarinense: o papel das RPPNs”, que ocorreu no município de Lages, no dia 28 de agosto. O objetivo do evento foi discutir o papel das RPPNs (Reservas Particulares do Patrimônio Natural) e trocar informações que possam contribuir com a conservação da biodiversidade do Estado.



A companhia foi representada pela bióloga Mireli Moura Pitz, que apresentou a experiência da Klabin na criação da RPPNE Complexo Serra da Farofa. Em maio de 2014, a empresa apresentou essa nova unidade de conservação, localizada em Santa Catarina, e compartilhou durante o seminário a importância das RPPNs para a companhia. “Para a Klabin, preservar uma área desta extensão e com uma biodiversidade tão rica evidencia nossas prioridades. A empresa está comprometida com um modelo de gestão que une a preservação ambiental e o desenvolvimento das regiões onde atua”, afirma Mireli.



Com quase 5 mil hectares, a RPPNE Complexo Serra da Farofa está dividida em seis grandes blocos localizados nos municípios catarinenses de Painel, Urupema, Rio Rufino, Urubici e Bocaina do Sul. A reserva reúne as nascentes dos rios Caveiras e Canoas, que têm grande importância para a região. A unidade de conservação já identificou cerca de 600 espécies da flora e 75 da fauna, reforçando assim o compromisso histórico da Klabin com o desenvolvimento sustentável da região.



O evento é uma realização do Projeto Charão com parceria entre duas instituições: a Associação Amigos do Meio Ambiente (AMA) e o Instituto de Ciências Biológicas (ICB) da Universidade de Passo Fundo (UPF).



Sobre a Klabin



A Klabin, maior produtora e exportadora de papéis do Brasil, produz papéis e cartões para embalagens, embalagens de papelão ondulado, sacos industriais e madeira em toras. Fundada em 1899, possui atualmente 15 unidades industriais no Brasil e uma na Argentina. Está organizada em três unidades de negócios: Florestal, Papéis (papelcartão, papel kraft e reciclados) e Conversão (papelão ondulado e sacos industriais).


Toda a gestão da empresa está orientada para o Desenvolvimento Sustentável, buscando crescimento integrado e responsável, que une rentabilidade, desenvolvimento social e compromisso ambiental. Em 2014, a Klabin integra, pela primeira vez, o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), da BM&FBovespa. Também é signatária do Pacto Global da ONU e do Pacto Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo, buscando fornecedores e parceiros de negócio que sigam os mesmos valores de ética, transparência e respeito aos princípios de sustentabilidade.









Grupo Máquina PR
Fonte Grupo Máquina PR 29/08/2014 ás 20h

Compartilhe

Klabin participou de evento que discutiu estratégias para a proteção do planalto catarinense