Klabin apoia a 31ª Bienal de São Paulo

Fonte Grupo Máquina PR 01/09/2014 às 11h
São Paulo, 01 de setembro de 2014 – Para reforçar seu compromisso com a cultura, a Klabin, maior produtora e exportadora de papéis do Brasil, apoia a 31ª Bienal de São Paulo. Considerada uma das mais influentes instituições internacionais, responsável por promover, difundir e preservar a memória da arte contemporânea, a Fundação Bienal promove a exposição, que será realizado de 6 de setembro a 7 de dezembro, no Parque Ibirapuera, em São Paulo.



A exposição “Como falar de coisas que não existem”, sob a curadoria de Charles Esche, Galit Eilat, Nuria Enguita Mayo, Pablo Lafuente e Oren Sagiv, oferece ao público uma gama de experiências dinâmicas conectando o espaço interno do pavilhão com seu entorno, abordando cada uma das instâncias a partir de diferentes formas e modalidades de prática artística.



Sobre a Klabin

A Klabin, maior produtora e exportadora de papéis do Brasil, produz papéis e cartões para embalagens, embalagens de papelão ondulado, sacos industriais e madeira em toras. Fundada em 1899, possui atualmente 15 unidades industriais no Brasil e uma na Argentina. Está organizada em três unidades de negócios: Florestal, Papéis (papelcartão, papel kraft e reciclados) e Conversão (papelão ondulado e sacos industriais).



Toda a gestão da empresa está orientada para o Desenvolvimento Sustentável, buscando crescimento integrado e responsável, que une rentabilidade, desenvolvimento social e compromisso ambiental. Em 2014, a Klabin integra, pela primeira vez, o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), da BM&FBovespa. Também é signatária do Pacto Global da ONU e do Pacto Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo, buscando fornecedores e parceiros de negócio que sigam os mesmos valores de ética, transparência e respeito aos princípios de sustentabilidade.



Saiba mais em www.klabin.com.br



Grupo Máquina PR
Fonte Grupo Máquina PR 01/09/2014 ás 11h

Compartilhe

Klabin apoia a 31ª Bienal de São Paulo