Investimentos no mundo devem ter queda de 33% neste ano.

Fonte Agência Brasil. 15/12/2009 às 15h

Os investimentos produtivos no mundo devem somar US$ 1,2 trilhão em 2009, mostrando uma acentuada queda em relação ao ano passado. Segundo o presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), Alessandro Teixeira, a redução está sendo provocada pela crise financeira internacional, que derrubou o volume de investimentos que, em 2008, chegaram a US$ 1,8 trilhão.

“A projeção para o ano que vem é que os investimentos voltem a crescer e cheguem a US$ 1,5 trilhão”, disse Teixeira, que também preside a associação mundial das agências de promoção de exportações e investimentos.

O número computa os investimentos estrangeiros diretos (IED), realizados por empresas multinacionais fora de seu país. Um dos países que tiveram a maior queda foram os Estados Unidos, que receberam US$ 320 bilhões em investimentos no ano passado e devem fechar 2009 com US$ 119 bilhões. O Brasil teve US$ 45 bilhões em 2008, caindo para US$ 25 bilhões neste ano. "É possível ter US$ 40 bilhões em 2010", disse Teixeira.

A economia mundial, de acordo com ele, só deve ter uma recuperação no segundo semestre de 2010. Os dados recentes da Europa indicam uma melhoria no desempenho da atividade econômica, mas ele ressaltou que esse movimento só está atenuando o decréscimo que deve ser registrado. Os países da Zona do Euro devem encolher 3,5%, em média, no seu Produto Interno Bruto (PIB) neste ano, voltando a crescer 0,5% no ano que vem.

A economia brasileira não terá crescimento neste ano, já que a previsão do PIB para este ano é de estagnação. “A novidade para 2010 é que as economias emergentes devem crescer 4,5% em média, acima do desempenho previsto para o PIB mundial, que é de 3%”, afirmou.
 

Agência Brasil.
Fonte Agência Brasil. 15/12/2009 ás 15h

Compartilhe

Investimentos no mundo devem ter queda de 33% neste ano.