GRAND PRIX 2012: Brasil vence a Sérvia e consegue segunda vitória

Fonte Assessoria de Comunicação - CBV 09/06/2012 às 14h

LODZ (POLÔNIA), 09.06.2012 – A seleção brasileira feminina de vôlei conseguiu a segunda vitória consecutiva na vigésima edição do Grand Prix. Depois de passar pela Itália na estreia, as brasileiras superaram as sérvias, neste SÁBADO (09.06), por 3 sets a 2 (21/25, 25/18, 25/23 e 23/25 e 15/5), em 1h58 de jogo, no Atlas Arena, em Lodz, na Polônia.

O último desafio do Brasil na cidade polonesa será contra as donas da casa. As brasileiras enfrentarão o time polonês, às 15h deste DOMINGO (10.06). Os canais Sportv e Esporte Interativo transmitirão ao vivo.

As ponteiras Paula Pequeno e Fernanda Garay tiveram grandes atuações e foram as maiores pontuadoras da partida, com 22 acertos cada. Pelo lado da Sérvia, a oposto Brakocevic foi quem mais pontuou, com 17 pontos.

“Tivemos momentos bons e outros de desconcentração. No entanto, a Sérvia também teve méritos e fez uma boa partida. Hoje melhoramos o nosso saque e não cometemos tantos erros como ontem. Estou feliz pelo resultado”, disse Garay.

A ponteira Paula Pequeno comentou a importância de conseguir bons resultados nesta primeira etapa.

“Sabíamos que nessa fase iríamos enfrentar resistência de todos os times. Como vamos encontrar amanhã, novamente, contra a Polônia. Dois jogos seguidos decididos no tie-break seguidos são complicados para a recuperação. Apesar disso, nós queremos ganhar essa etapa e chegar bem no Brasil, onde será disputada a próxima fase”, disse a atacante, que também analisou a atuação da equipe.

“Nós demoramos a entrar no jogo, mas o nosso saque foi melhor em relação a ontem. A defesa e o bloqueio também funcionaram em horas importantes”, garantiu Paula Pequeno.

O treinador José Roberto Guimarães afirmou que a Sérvia é um dos adversários mais difíceis de enfrentar.

“Estou feliz pela vitória e pela melhora da equipe em alguns aspectos em relação ao jogo de ontem. Sempre é difícil jogar contra a Sérvia. Elas têm um potencial de ataque incrível. O resultado foi bom, mas ainda tivemos altos e baixos. Temos que melhorar para os próximos jogos”, explicou o treinador brasileiro.

Pelo lado da Sérvia, o técnico Zoran Terzic parabenizou a equipe do Brasil e lamentou a irregularidade do seu grupo.

“O Brasil mereceu ganhar. Temos que jogar com mais concentração e coragem nas próximas partidas”, garantiu Terzic.

Brasil se despede de Lodz contra Polônia

Na última partida em Lodz, na Polônia, a equipe brasileira terá pela frente não somente a equipe polonesa, mas também a apaixonada torcida local que promete lotar o Atlas Arena. O técnico José Roberto Guimarães espera um jogo difícil.

“A Polônia vai contar com a força de 12.000 pessoas que vão lotar o ginásio. A Skowronska, que é oposta, é o ponto de força delas. É um time que tem um potencial de ataque muito grande, e por pouco, não se classificou para as Olimpíadas no Pré-Olímpico Europeu, onde elas ganharam da Rússia e da Sérvia”, analisou o técnico do Brasil.

O JOGO

A Sérvia começou melhor e abriu sete pontos (11/4). Com uma boa sequência de saques da central Juciely, o Brasil encostou (11/8). O bloqueio brasileiro passou a funcionar e as brasileiras empataram (14/14). O jogo ficou equilibrado. A oposto Brakocevic cresceu de produção na final do set, e as servias fecharam a primeira parcial por 25/21.

O Brasil veio para o segundo set com uma alteração. Entrou Tandara e saiu Mari. O bloqueio e o saque das brasileiras eram eficientes e o Brasil foi para a primeira parada técnica com quatro pontos de vantagem (8/4). A Sérvia melhorou na parcial e o técnico José Roberto Guimarães inverteu o cinco e um. Entrou Joycinha e Dani Lins e saíram Fernandinha e Tandara. A substituição fez bem ao Brasil, e o time verde e amarelo abriu seis (21/15). Gabi entrou para sacar no final da parcial e conseguiu um ace (24/18). Com um ponto de bloqueio da ponteira Fernanda Garay, o Brasil fechou o segundo set por 25/18.

O terceiro set começou com os dois times se alternando na liderança. A central Juciely conseguiu um belo ponto de bloqueio e colocou o Brasil na liderança (9/8). Fernanda Garay e Paula Pequeno se destacavam nos ataques e o Brasil abriu cinco (19/14). As brasileiras seguram a reação da Sérvia e, com um ponto de bloqueio da central Adenízia, fecharam o terceiro set por 25/23.

O bloqueio brasileiro funcionou no inicio do quarto set e o Brasil abriu três (5/2). A Sérvia equilibrou o set e abriu três (11/8). O técnico José Roberto Guimarães trocou as levantadoras. Saiu Fernandinha e entrou Dani Lins. As brasileiras conseguiram uma grande reação no final da parcial, mas as sérvias seguraram a vantagem e venceram o set por 25/23.

O Brasil começou bem no quinto set e abriu cinco pontos (6/1). O bloqueio brasileiro funcionou em todo o tie-break e as brasileiras fecharam a parcial por 15/5 e o jogo por 3 sets a 2.

EQUIPES

BRASIL – Fernandinha, Mari, Paula Pequeno, Fernanda Garay, Juciely e Adenízia. Líbero – Camila Brait

Técnico – José Roberto Guimarães

Entraram: Tandara, Gabi, Joycinha, Dani Lins e Natasha

SÉRVIA –Brakocevic, Natasa, Jovana, Maja, Stefana, Brankica. Líbero – Cebic

Técnico – Zoran Terzic

Entraram:Bojana, Milena, Sanja e Jelena

 

Assessoria de Comunicação - CBV
Fonte Assessoria de Comunicação - CBV 09/06/2012 ás 14h

Compartilhe

GRAND PRIX 2012: Brasil vence a Sérvia e consegue segunda vitória