Governo italiano responde a acusações do Irã contra Berlusconi

Fonte Ansa Flash 04/02/2010 às 16h

O governo italiano respondeu hoje às críticas da imprensa iraniana, que acusou o primeiro-ministro Silvio Berlusconi de estar a serviço dos "patrões israelenses".

"Nós estamos a serviço dos nossos valores e dos nossos ideais", disse o chanceler italiano, Franco Frattini, ao ser questionado sobre o tema. Já "imaginávamos uma reação do Irã", continuou.

Mais cedo, o site da TV e da rádio estatais iranianas acusou Berlusconi de fazer "uma série de favores aos patrões israelenses", ao comentar a sua recente visita ao Estado judeu.

Em uma viagem de três dias a Israel, iniciada na última segunda-feira, além de assinar acordos bilaterais em diversas áreas, o chefe de Governo italiano fez críticas indiretas ao mandatário iraniano, Mahmoud Ahmadinejad. Ele também pediu "sanções mais fortes" contra o programa nuclear desenvolvido por Teerã.

Na ocasião, Frattini, que acompanhou a delegação italiana a Telaviv, deixou claro o distanciamento do país europeu em relação ao regime iraniano. Segundo ele, o governo não fomentaria mais investimentos de empresas italianas em Teerã.

Hoje, o ministro das Relações Exteriores enfatizou tal posicionamento ao afirmar que a Itália será "sempre leal às alianças com a Europa, com os Estados Unidos, com os países democráticos e com aqueles do mundo árabe que são contra a bomba atômica iraniana".

Ansa Flash
Fonte Ansa Flash 04/02/2010 ás 16h

Compartilhe

Governo italiano responde a acusações do Irã contra Berlusconi