Giovana e Lorena ficam em 13º na final

Fonte CBDA 21/07/2013 às 18h

Barcelona/ESP – O novo dueto principal do Brasil de Giovana Stephan e Lorena Molinos ficou em 13º entre as 16 finalistas da prova técnica de dueto, na piscina do Palau Sant Jordi, na tarde deste domingo, 21/07. Giovana e Lorena nadaram mais uma vez o tema ‘Gótico’ e marcaram 82.500 pontos, atrás da dupla mexicana de Blanca Plancarte e Nuria Garcia, que somou 83.800 e finalizou em 12º e das suíças Pamela Fischer e Anja Nyffeler, 14º lugar com 82.200.

Esta é a segunda prova de nado sincronizado em que o Brasil disputa neste Mundial e também sua segunda vaga na final. Antes do dueto, a equipe técnica foi pela primeira vez a nona colocada das eliminatórias e está na decisão nesta segunda-feira, 22/07, a partir das 19 horas em Barcelona e 14 horas de Brasília. Giovana, de 23 anos, e Lorena, de 22 competem outra vez na terça-feira, 23/07, na prova livre de dueto. As duas destacaram o preparo físico como ponto positivo da estreia como o dueto oficial em Campeonato Mundiais. Luisa Borges foi a reserva da dupla.

- Uma coisa boa é que não cansamos, então agora é trabalhar muita marcação e sincronização. A coreografia livre (Com o tema ‘Verão’, das Quatro Estações, de Vivaldi) é muito vigoroso e isso é importante para uma boa apresentação. Hoje, na nossa avaliação, nadamos melhor que de manhã, mas o resultado não foi o que queríamos. Nosso objetivo hoje era ganhar do México– explicou Lorena.

A técnica Maura Xavier concorda com a melhora na final em relação à fase eliminatória.

- Realmente achei que elas foram melhores, embora grande parte das notas tenham caído um pouco em relação às eliminatórias. Os três países (Brasil, México e Suíça) estão muito próximos e fica difícil prever, mas foi uma boa estreia e temos tudo para crescer – disse.

No topo da pirâmide sincronizada, a Rússia segue imbatível e com Mickael Jackson conduzindo seus movimentos, as duas Svetlanas (Kolenichenko e Romashina) somaram 97.300 pontos ganhando o ouro sem muitas dificuldades. A briga grande foi entre as chinesas gêmeas Tingting e Wenwen Jiang e as espanholas Ona Carbonell e Margalida Crespi.

Com rotinas complexas que tiveram os movimentos obrigatórios executados quase que com perfeição as chinesas levaram a melhor e ficaram com a prata com seu tema indiano (94.900), enquanto que as espanholas sob os aplausos do estádio lotado ficaram com o bronze por sua difícil coreografia de flamenco na água (93.800).

O Brasil participa do Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos com recursos dos Correios – patrocinador oficial dos esportes aquáticos – ainda Bradesco/Lei de Incentivo Fiscal, Lei Agnelo/Piva – Governo Federal, Ministério do Esporte.

CBDA
Fonte CBDA 21/07/2013 ás 18h

Compartilhe

Giovana e Lorena ficam em 13º na final